Candidatos fazem prova para o Conselho Tutelar. Gabarito sai na terça

Publicado em 03/06/2019 às 08h57

A primeira das três etapas que o processo de escolha para a próxima formação do Conselho Tutelar de Muriaé (CTM) aconteceu neste domingo (2). Pela manhã, 26 candidatos fizeram, na Escola Estadual Desembargador Canêdo (DECA), o teste escrito de conhecimentos sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e outras leis relacionadas ao trabalho da instituição. O gabarito preliminar das respostas será publicado pela Prefeitura na próxima terça-feira (4).

Após a divulgação das respostas, os candidatos terão os dois dias seguintes para apresentar recursos – ou seja, quarta e quinta-feira (5 e 6). A interposição deve ser feita junto à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, no primeiro andar do Centro Administrativo. A publicação do resultado dos pedidos de verificação e do gabarito definitivo está prevista para a semana posterior.

Os aprovados no teste escrito – ou seja, aqueles que fizerem a partir de 70% da pontuação possível – serão classificados para a etapa de avaliação psicológica, que acontece na provável data de 26 de junho. Por fim, aqueles que forem considerados habilitados participarão da eleição no início de outubro – na ocasião, o colégio eleitoral formado por representantes dos três poderes, diretores de escolas e órgãos de segurança pública escolherão, através de voto, os conselheiros titulares e suplentes para os próximos quatro anos.

Prova – Diferente do que ocorreu em processos anteriores, quando foi exigido dos participantes apenas conhecimentos sobre o ECA, desta vez o teste escrito incluiu questões sobre temas indiretamente ligados ao trabalho do CTM – dentre eles, noções sobre as leis que regem os sistemas únicos de Saúde e de Assistência Social, além da Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

A atual presidente do órgão, Kátia Campos, que tenta a recondução ao cargo, aprovou a mudança. “O Conselho Tutelar requisita todos os dias serviços relacionados a essas áreas. Então, o conhecimento da legislação é importante e indispensável. Um fator que enriquece o processo seletivo, já capacitando os conselheiros que irão atuar ao longo dos próximos quatro anos”, disse.

Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Muriaé

Categoria: Muriaé
Tags: Conselho Tutelar, Processo seletivo

Enviar comentário

voltar para Notícias

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull|||login news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||