Biologando

Novembro Azul 2018: mensagens sobre câncer de próstata que salvam vidas

Publicado em 01/11/2018 às 09h40

O câncer de próstata só perde para o de pele no número de casos entre homens 

Até o fim de 2018, 68 220 homens devem ser diagnosticados com câncer de próstata. E tanto para prevenir novos casos desse tumor como para fazer um diagnóstico precoce e garantir um tratamento de qualidade que existe o Novembro Azul. Em homenagem a esse mês, SAÚDE compilou textos, notícias e mensagens que visam conscientizar os homens e seus familiares a lidarem bem com essa doença.

PSA

PSA é a sigla para Prostate-Specific Antigens, ou antígenos específicos da próstata em português. O que são esses tais antígenos? Tratam-se de moléculas produzidas por essa glândula, inclusive quando ela está saudável. O que muda, na verdade, é a quantidade de PSA em circulação quando algum homem apresenta um câncer de próstata, por exemplo. Daí veio a ideia dos especialistas: fazer um exame para medir a concentração dessa partícula no sangue para verificar a presença dessa e de outras doenças.

Para que serve o exame de PSA

Para detectar precocemente casos de câncer de próstata e outras condições, como a hiperplasia prostática benigna e a prostatite. O PSA é solicitado no início das investigações médicas. Outros exames complementam o diagnóstico, como o toque retal.

Aliás, o toque retal – ainda cercado de preconceitos bobos – não seria indicado para o rastreamento inicial do câncer de próstata, mas é frequentemente pedido por ser rápido e barato. Converse com um profissional para avaliar o seu caso especificamente.

Como o teste é feito

Uma amostra de sangue é colhida e enviada ao laboratório para análise. No geral, os médicos pedem a medição do PSA total, mas podem também requisitar a quantidade de PSA livre – ou seja, a quantidade que não está ligada à nenhuma proteína, se houver alterações nos resultados.

Recentemente, chegou ao Brasil o Prostate Health Index (PHI), ou Índice de Saúde da Próstata. Ele usa uma terceira fração do PSA para fazer um diagnóstico mais certeiro e reduzir a necessidade de biópsias.

Os resultados

O PSA total é considerado normal quando está em até 2,5 ng/ml. Se varia entre 2 e 10ng/ml, o médico pode pedir o PSA fracionado para avaliar melhor o quadro.

Mas atenção: a taxa de PSA no corpo aumenta naturalmente com a idade. Fora que alguns casos de câncer sequer apresentam alterações significativas nos níveis da molécula. Em outras palavras, a interpretação do resultado deve ser individualizada.

Categoria: Ciência, Saúde
Comentários (1) e Compartilhar

Novo medicamento elimina sintomas da doença celíaca

Publicado em 29/10/2018 às 10h02

Cientistas da Universidade de Viena, na Áustria, desenvolveram um medicamento capaz de aliviar ou mesmo eliminar completamente os sintomas da doença celíaca, uma hipersensibilidade que as pessoas tem ao glúten, proteína encontrada em cereais como trigo, cevada e centeio.

Os medicamentos encontrados até hoje podem interferir no sistema imunológico e provocar efeitos colaterais.

Por isso, em vez de desenvolver uma droga que interfira com o sistema imunológico, a equipe do professor Oliver Spadiut criou um remédio simples que ataca diretamente as moléculas do glúten para torná-las inofensivas ao organismo das pessoas sensíveis à substância.

Isso torna o processo de aprovação muito mais simples, o que significa que o produto deve estar disponível nas farmácias em dois ou três anos.

“Nossos corpos produzem anticorpos que se encaixam precisamente nos antígenos invasores, assim como uma chave em uma fechadura. Essa resposta imune torna esses antígenos inofensivos,” explica Spadiut.

“Se um novo fragmento de anticorpo é encontrado e produzido que se liga à molécula de glúten invasora e a bloqueia sem ativar o sistema imunológico, os sintomas da doença celíaca podem ser suprimidos.”

Como

Para fazer isso, a equipe reprogramou geneticamente algumas bactérias para que elas produzam exatamente o fragmento de anticorpo desejado.

“Isso demorou um bocado de tempo, mas agora desenvolvemos um processo que pode ser facilmente reproduzido, pode ser ampliado para aplicação industrial e oferece um rendimento muito bom do produto desejado,” disse o pesquisador.

O projeto foi financiado pela SCIOTEC Diagnostic Technologies GmbH, que deverá colocar o novo produto médico no mercado.

Com informações do Diário da Saúde

Fonte: Só Notícia Boa

 

Categoria: Ciência, Saúde
Comentários (0) e Compartilhar

Pais evangélicos descobrem que filha é lésbica e sua reação emociona

Publicado em 24/10/2018 às 10h38

A reação com que todo LGBT sonha quando decide revelar sua orientação sexual para os pais.

A mineira *Fernanda tomou a difícil decisão de contar para seus pais que é lésbica e que namora há quase um ano.

Os pais de Fernanda foram criados na roça, são pessoas humildes e evangélicos. Então, ela temia que eles não aceitassem sua orientação sexual. Ao Razões para Acreditar, Fernanda contou que sempre gostou de meninas, porém, para não desapontar os pais e seguir à risca os ensinamentos da igreja, namorou meninos por longos períodos.

Ela começou a se relacionar com mulheres quando saiu de casa para estudar. “Tive mais liberdade, vontade de viver minha vida e me relacionar com meninas. Vi que realmente foi o que sempre quis. Me envolvi com pessoas que me fizeram mal, porém não tinha para onde correr, pois meus pais, que são meu refúgio, não poderiam saber”, lembra Fernanda.

Mas chegou o dia em que Fernanda não aguentava mais esconder dos pais que é lésbica. A conversa que ela adiou por muitos anos finalmente aconteceu. Para sua surpresa, ao invés de rejeitada, como pensou que seria por muitos anos, Fernanda talvez nunca se sentiu tão amada pelos pais. Eles disseram o quanto amam a filha e pediram para que ela nunca permita que alguém a humilhe por causa da sua orientação sexual “porque essa sociedade é uma hipocrisia só”.

“Eles agiram como cristãos de verdade. Fizeram o que Jesus faria, me amaram incondicionalmente, deram total apoio, não me humilharam. Meus pais mostraram o verdadeiro sentido da palavra amor, e estou radiante de felicidade.”

Fernanda adoraria que a reação dos seus pais não virasse notícia, que fosse algo comum, mas ela sabe que não é. Ela conta que tem amigas e amigos LGBT que não são aceitos por pais que vivem dentro da igreja e com a Bíblia na mão. “Só tem uma coisa a dizer para aqueles que passam por isso: ‘Sintam-se abraçados, sintam-se amados e não percam a fé’.”

Veja os prints da conversa de Fernanda com seus pais:

 

Fonte: Razões para Acreditar

Categoria: Opinião
Comentários (1) e Compartilhar

Nenhum amigo aparece na festa de menino, mas um apelo da mãe…

Publicado em 24/10/2018 às 10h14

Um menino convidou 32 pessoas para a festa de aniversário, mas nenhum amigo apareceu. Nenhum!

Teddy reservou um restaurante para os colegas e seus pais, no Arizona, EUA. A festa teria pizza, bebidas, sacolas com doces e outras surpresas.

Quando a mãe viu a carinha de decepção do filho, ela tirou uma foto e compartilhou com um amigo jornalista. Ele jogou a imagem nas redes sociais e algo incrível aconteceu.

Centenas de pessoas receberam o post e enviaram presentes para Teddy. E o menino sem amigos também recebeu convites inesperados. As equipes de basquete e futebol da cidade convidaram Teddy para ir aos seus jogos gratuitamente. Ele poderá assistir a partidas como Phoenix Suns X Los Angeles Lakers de LeBron James.

Por que?

A mãe de Teddy não entendeu o motivo de os amiguinhos não compareceram. Ela disse que planejou a festa várias semanas antes para ter certeza de que o pai da criança, que trabalha em outra cidade, pudesse ir. Mesmo assim as crianças, avisadas também com antecedência, não foram.

Restou a Teddy o carinho de pessoas estranhas, sem qualquer interesse, que o ajudaram a superar a frustração. Como se vê, mesmo em situações constrangedoras é possível dar a volta por cima. Agora famoso, Teddy saberá bem quem são seus amigos de verdade.

Fonte: Só Notícia Boa

Categoria: Opinião
Comentários (0) e Compartilhar

Paixão por time incentiva jovem Down a aprender a ler

Publicado em 18/10/2018 às 16h08

Um menino com Síndrome de Down usa o time do Palmeiras para aprender a ler e escrever. Graças ao verdão, Luan, de 14 anos, tem melhorado o aprendizado em sala de aula e vem surpreendendo professores e até a vice-diretora da escola. O menino, de 14 anos que mora e estuda em Urupês, na região de São José do Rio Preto, estuda com alunos que não possuem nenhuma deficiência.

Como

Ele sabe a escalação do time de Felipão, tem o nome de Fernando Prass na ponta da língua e o escudo do Verdão em cada folha de aprendizado na escola, pra incentivá-lo. O menino surpreendeu colegas e professores: “Ele tinha feito a escalação do time e ele começou a ler. Até então, ele escrevia, mas não queria ler para a gente. Então a gente achava que ele não conseguia ler ou alguma coisa assim”, diz a vice-diretora da escola, Maria Rita Simioni.

Então a escola passou a usar o Palmeiras na sala de aula. Os nomes dos jogadores são usados para ensinar na separação de sílabas, por exemplo. “A gente começou a perceber os dias da semana também. Então se tem jogo na quarta, ele vinha na terça e falava: ‘amanhã tem jogo’. São ganchos que os professores aproveitam na aula pra tá usando com o Luan”, diz a vice-diretora.

Paixão

De onde vem a paixão pelo time?

“A primeira camisa que eu dei para ele, aí… Como eu sou palmeirense, não tão fanático, mas ele virou palmeirense fanático”,  conta o pai. Luan é só mais uma prova de que o esporte tem diversas maneiras para estimular a inclusão e o aprendizado.

“Felipão, eu te amo”, diz o garoto.

Fonte: Só Boa Notícia

 

Categoria: Opinião
Comentários (0) e Compartilhar

Mais da metade dos jovens acompanhados no SUS têm alimentação inadequada

Publicado em 18/10/2018 às 10h04

Dados do SISVAN apontam que muitos adolescentes têm alimentação com produtos industrializados e/ou processados

Os adolescentes acompanhados pelos serviços de atenção básica, do Sistema Único de Saúde (SUS), estão se alimentando mal. Dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN), apontaram que, em 2017, 55% deles consumiram produtos industrializados regularmente, como macarrão instantâneo, salgadinho de pacote ou biscoito salgado. Além disso, 42% desses jovens ingeriram hambúrguer e/ou embutidos; e 43% biscoitos recheados, doces ou guloseimas. Os números foram divulgados nesta terça-feira (16/10), data que é comemorada o Dia Mundial da Alimentação, e vem como um alerta para a má alimentação por esta parcela da população.

Para o coordenador-substituto de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Eduardo Nilson, os jovens precisam se atentar mais à alimentação adequada. “Dados revelam que adolescentes com obesidade aos 19 anos têm 89% de chance de ser obeso aos 35 anos, por isso é necessário investir na promoção de uma alimentação adequada e saudável, especialmente na infância e na adolescência, tendo em vista a relação de práticas alimentares inadequadas com o aumento da obesidade na população.”

O balanço também trouxe dados por região, que mostram que o Sul do país é o que apresenta a maior quantidade de jovens consumindo hambúrguer e/ou embutidos; macarrão instantâneo, salgadinho de pacote ou biscoito salgado, com 54% e 59% respectivamente. Já o Norte vem com o menor percentual nesses dois grupos, com 33% e 47%, respectivamente. Quando o assunto são biscoitos recheados ou guloseimas, a região Sul, também está na frente (46%), mas empatada com os jovens nordestinos (46%).

Quando falamos por sexo, os percentuais mostram que o consumo de industrializados, fast foods e alimentos doces recheados/guloseimas não se diferenciam muito, sendo um pouco maior nos meninos. O primeiro grupo alimento, por exemplo, é consumido por 58% deles, enquanto as adolescentes representam 54%. O segundo é alimento de 41% dos jovens do sexo masculino e 38% do feminino. Já os recheados, são preferência de 42% deles e 41% delas.

Os maus hábitos à mesa têm refletido na saúde e no excesso de peso dos adolescentes. Números da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PENSE) trouxeram que 7,8% dos adolescentes das escolas entre 13 e 17 anos estão obesos, sendo maior entre os meninos (8,3%) do que nas meninas (7,3%). O Sisvan revela que 8,2% dos adolescentes (10 a 19 anos) atendidos na Atenção Básica em 2017 são obesos.

ALIMENTAÇÃO DOS ADULTOS

Os brasileiros adultos já demonstram hábitos mais saudáveis, de acordo com a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2017, do Ministério da Saúde. Isso porque, o consumo regular de frutas e hortaliças cresceu 4,8% (de 2008 a 2017), e o consumo de refrigerantes e bebidas açucaradas caiu 52,8% (de 2007 a 2017).

A pesquisa percebeu, também, que a ingestão regular (em 5 ou mais dias na semana) destes alimentos aumentou em ambos os sexos, mas o crescimento geral ainda foi menor que 5,0% no período de 2008 a 2017. Quando observado o consumo recomendado, 5 ou mais porções por dia em cinco ou mais dias da semana, houve aumento de mais de 20% entre os adultos de 18 a 24 anos e 35 a 44 anos. Os dados apontaram, também, uma diminuição da ingestão de ingredientes considerados básicos e tradicionais na mesa do brasileiro. O consumo regular de feijão diminuiu de 67,6% em 2011 para 59,5% em 2017.

INCENTIVO A HÁBITOS SAUDÁVEIS 

O incentivo para uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas é prioridade do Governo Federal. Para apoiar a adoção de hábitos alimentares saudáveis, o Ministério da Saúde publicou em 2014 o Guia Alimentar para a População Brasileira que traz as diretrizes nacionais e as recomendações sobre alimentação adequada e saudável. Dentre elas, a regra de ouro que facilita a aplicação das recomendações – “Prefira sempre alimentos in natura ou minimamente processados e preparações culinárias a alimentos ultraprocessados”.

Para proteger trabalhadores(as) do Ministério da Saúde e de outros órgãos, a pasta publicou uma Portaria proibindo venda, promoção, publicidade ou propaganda de alimentos industrializados ultraprocessados com excesso de açúcar, gordura e sódio e prontos para o consumo dentro das dependências do Ministério. O órgão também participou da assinatura da portaria de Diretrizes de Promoção da Alimentação Adequada e Saudável no Serviço Público Federal. Sugerida pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, a diretriz orienta formas da alimentação adequada e saudável nos ambientes de trabalho do serviço público federal. Além disso, constrói uma campanha pela adoção de hábitos saudáveis chamada Saúde Brasil.

O Ministério da Saúde também adotou internacionalmente metas para frear o crescimento do excesso de peso e obesidade no país. Durante o Encontro Regional para Enfrentamento da Obesidade Infantil, realizado em março de 2017 em Brasília, o país assumiu como compromisso deter o crescimento da obesidade na população adulta até 2019, por meio de políticas intersetoriais de saúde e segurança alimentar e nutricional; reduzir o consumo regular de refrigerante e suco artificial em pelo menos 30% na população adulta, até 2019; e ampliar em no mínimo de 17,8% o percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente até 2019.  Outras iniciativas que buscam proteger indivíduos e coletividades apoiam-se na prevenção de danos e riscos ocasionados por ambientes desfavorecedores de uma prática alimentar saudável.

Destacamos ações realizadas no ambiente escolar, como o Programa Saúde na Escola que orienta a articulação no território entre os profissionais de saúde da Atenção Básica e os profissionais da escola para desenvolver ações de promoção da saúde e prevenção de doenças como obesidade, por exemplo e a implementação de normas e regulamentações para cantinas de escolas públicas e privadas com objetivo de limitar a venda de alimentos não saudáveis, considerando que o ambiente em que crianças e adolescentes fazem suas escolhas alimentares precisa favorecer as opções saudáveis e protegê-los dos fatores que contribuem para as doenças relacionadas à alimentação.

As cantinas escolares que muitas vezes oferecem alimentos de baixo valor nutricional contribuem para escolhas não saudáveis pelas crianças e, é papel do estado priorizar o ambiente escolar como um dos espaços para o desenvolvimento de estratégias de Promoção da Alimentação Adequada e Saudável.

Por Victor Maciel, da Agência Saúde

Categoria: Opinião, Saúde
Comentários (0) e Compartilhar

Vovô de 100 anos que malha, pesca e dirige é homenageado

Publicado em 16/10/2018 às 09h23

Um vovô de 100 anos é uma verdadeira inspiração de vitalidade. Apesar da idade, ele malha, pesca, dirige e passeia com amigos!

Antônio Genez Parise é de Avaré, no interior de São Paulo e ganhou uma homenagem: tem uma academia na cidade com o nome dele, como exemplo de determinação e inspiração para os moradores. O aposentado conta que o segredo para tanta vitalidade é aproveitar cada momento e não se importar com a idade. O importante é ter força de vontade. “A vida é igual está no meu livrinho, um manso lago azul. Horas alegres cantando e horas triste chorando. Tem que aproveitar”, disse ao G1.

Academia

Na academia que frequenta, em um clube da cidade, o idoso chama a atenção. Dante Villardi treina com ele e afirma que todos se inspiram no aposentado. “É uma inspiração com sua idade, vitalidade e, principalmente , pelo prazer dele em ir treinar”, diz.

Durante os treinos, Antônio conta com ajuda profissional da treinadora Rosana Tiburcio. Para Rosana, ele é um ótimo aluno. “O senhorzinho não aparenta toda essa idade não. É centenário. Ele dá muito trabalho, chega na academia e nós temos que atender e fazer todo o procedimento, mas dou muitos elogios. Ele é um ótimo aluno assíduo e diariamente se encontra na sala de musculação”, conta.

Seu Antônio trabalhou como alfaiate e foi juiz de cartório por 65 anos. Ele casou mais de 10 mil pessoas. Viúvo, ele tem dois filhos: um que mora nos Estados Unidos e o outro em São Paulo.

Habilitação

Seu Antonio conta que lê sem usar óculos e que foi fácil renovar a Carteira de Habilitação. Ele afirma que sempre gostou de dirigir, ter independência e resolveu, mesmo com a idade, renovar a Carteira.

Nascido em 8 de agosto de 1918, ele pode dirigir até 2019. “A mocinha falou brincando para mim que eu tinha 100 anos e não precisava tirar mais. E eu falei que queria sim. Eu fiz todos os testes. Leio até jornal sem óculos e está tudo funcionando. Passei”, afirma.

Pescador

Seu Antônio diz que costuma ir até a represa de Jurumirim (SP) para pescar com um amigo. É justamente o fisioterapeuta dele, que tem 27 anos, ou 73 anos a menos que o colega de pescaria. “Ele me ensinou não só a maneira de pensar, mas muita coisas, como a força de vontade, e saber que é possível chegar a certa idade podendo aproveitar”, diz Gustavo Henrique Rodrigues.

Com informações do G1

Fonte: Só Noticia Boa

Categoria: Opinião, Saúde
Comentários (0) e Compartilhar

Pesquisa confirma poder do abraço para melhorar quem vai mal

Publicado em 14/10/2018 às 19h48

Um estudo da Universidade do Estado do Arizona, nos Estados Unidos, comprova o que nós brasileiros já sabemos: o abraço tem superpoderes!

Ganhar um abraço sincero está diretamente associado a diminuição do mau humor em dias ruins, quando brigamos, ou temos uma discussão com alguém. Os pesquisadores entrevistaram 404 adultos, entre homens e mulheres, durante 14 noites e descobriram que houve uma relação entre receber um abraço e o aumento de sentimentos positivos e diminuição de sentimentos negativos.

Além disso, quem foi abraçado teve uma propensão a ter menos sentimentos negativos também no dia seguinte ao conflito. Em todos os casos, o abraço foi um antídoto aos sentimentos negativos, e melhorou o dia de quem foi abraçado. Ele libera uma substância chamada oxitocina, também conhecida como o hormônio do bem-estar, que aumenta a felicidade geral da pessoa.

A pesquisa

A pesquisa diz que “A teoria de que o toque interpessoal – abraço ou aperto de mãos – melhora o bem-estar, agindo como um amortecedor geral de estresse, tem recebido uma quantidade razoável de apoio empírico”. Quando expostas a estresse  laboratorial, pessoas abraçadas por parceiros românticos relatam menos sofrimento e mostram redução da reatividade cardiovascular secreção de cortisol e ativação de regiões cerebrais associadas a ameaça emocional e comportamental. Mas não isso também pode acontecer quando se é abraçado por amigos, parentes e estranhos.

No estudo que examinou a ativação de regiões cerebrais associadas à ameaça [medo, pânico], em pessoas  expostas a estresse laboratorial, as que foram abraçadas por um estranho em vez de seu parceiro também mostraram ativação neural menor.

Amortecedor de estresse

A pesquisa diz que há razões para acreditar que o abraço “pode ser um amortecedor particularmente eficaz do conflito interpessoal”

Ele contribui para a saúde e o bem-estar, porque conflitos com outros estão associados a uma ampla gama problemas como sofrimento psicológico, desregulação de sistemas fisiológicos e aumento do risco de doenças psiquiátricas como suicídio e causas de doenças físicas também. Os cientistas chegaram à conclusão que o abraço pode proteger as pessoas que passam por isso e promover processos interpessoais positivos, que transmitem cuidado e a inclusão.

“Em particular, o toque interpessoal está associado ao aumento da segurança do apego, maior apoio percebido pelo parceiro, maior intimidade, maior satisfação no relacionamento e mais fácil resolução de conflitos”.

A pesquisa

A pesquisa foi feita com 404 pessoas em situações diferentes. Entre elas havia quem fosse casado, ou quem tivesse conflitos com os pais ou os filhos. Os pesquisadores perguntaram sobre os conflitos, se tinham recebido abraços e o que haviam sentido: coisas positivas ou negativas. E descobriram que o abraço é um bom remédio para quem não vai bem. Em outras palavras, se a ideia for deixar o clima bom, vale oferecer ou aceitar um abraço sincero.

Com informações da Universidade do Arizona e MdeMulher

Fonte: Só Notícia Boa

Categoria: Ciência
Comentários (0) e Compartilhar

Cão herói salva família de incêndio durante a madrugada

Publicado em 14/10/2018 às 19h38

Um cachorrinho, que salvou uma família inteira de um incêndio, está sendo chamado de herói na Turquia. Todos estavam dormindo quando um problema elétrico fez a casa pegar fogo no final da madrugada desta sexta, 12.

O cão chamado Cesur – que significa “Bravo” – começou a latir e acordou a mãe, Turkan Gumus e seus três filhos Emirhan, de 5 anos, Filiz, de 4 e Poyraz, de 2 anos. Depois de certificar-se de que toda a família estava fora de perigo, o cão correu até um café local para procurar ajuda.

Cesur começou arrastar o clientes pelas calças para a casa em chamas. Os bombeiros chegaram rapidamente apagaram o fogo, mas infelizmente dois cômodos ficaram destruídos. O incidente aconteceu no distrito de Kepez, na província de Antalya, no sudoeste da Turquia.

Gratidão

Turkan, a mãe, disse à mídia local que enquanto ela estava dormindo, Cesur veio ao lado dela e começou a latir e a raspar as patinhas nela.

Ela expressou enorme gratidão ao cão amado. Disse que sua família provavelmente teria morrido sem a inteligente intervenção de Cesur.

O caso foi parar nas redes sociais. Um internauta Yusuf Yavuz comentou: “Os animais provam todos os dias que são mais espertos que os humanos”.

Murat Sahin escreveu: “Os cães são os melhores amigos do ser humano, para aqueles que sabem como amá-los”.

Com informações do News24

Fonte: Só Notícia Boa

Categoria: Animais, Opinião
Comentários (0) e Compartilhar

Funcionário do Mc paga conta de clientes que esqueceram carteira

Publicado em 14/10/2018 às 11h24

Veja a que ponto pode chegar a generosidade e a gentileza de uma pessoa! Um jovem funcionário do Mc Donald’s pagou com dinheiro do próprio bolso a conta de clientes que esqueceram a carteira em casa. Kris Knickle estava atendendo no drive-thru quando Sydney Wells e Marg Murphy-Wells pararam em uma lanchonete da rede em Clarenville, no Canadá, esta semana.

Depois de fazer o pedido na janela drive-thru, elas perceberam que haviam esquecido suas carteiras em casa. Sydney Wells disse que iria para casa, pegar o dinheiro e voltaria depois.

Kris Knickle não deixou a cliente sair sem sua refeição. Ele pagou do próprio bolso e entregou os sanduíches para as duas.

Agradecida e surpresa, Sydney Wells contou a história em sua página no Facebook: 

“Ele tirou a carteira dele e pagou por nosso pedido!”

“Nosso pedido foi de US $ 23, que deve ser perto de 2 horas de salário para ele. Tenho certeza de que ele não quer reconhecimento, mas às vezes gestos como esse devem ser reconhecidos! Obrigado Kris Knickle pelo gesto gentil!”, escreveu. O funcionário do Mc Donald’s disse ao St. John’s Morning Show que ele não está preocupado com o dinheiro e que ele estava apenas feliz em poder ajudar.

“Estou aqui sorrindo porque sei que fiz algo de bom”, concluiu.

Com informações da CBC

Fonte: Só Notícia Boa

Categoria: Opinião
Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull|||login news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||