Sinais e sintomas de triglicerídeos altos

Publicado em 28/12/2018 às 17h26

Os triglicerídeos altos normalmente não provocam sintomas e, assim, causam prejuízos ao organismo de forma silenciosa, não sendo incomum ser identificada apenas em exames de rotina e se manifestar através de complicações mais graves.

Os triglicerídeos são partículas de gordura presentes no sangue, por isso é frequente que esteja elevado em conjunto com os valores de colesterol. Estas alterações devem ser identificadas o quanto antes, através da consulta com o médico, e seu tratamento deve ser feito o mais breve possível, de forma a se evitar complicações graves, como aterosclerose, pancreatite ou esteatose hepática, por exemplo. 

Sintomas de triglicerídeos alto

O aumento na quantidade de triglicerídeos no sangue normalmente não leva ao aparecimento de sintomas, sendo notado apenas em exame de rotina. No entanto, quando o aumento de triglicerídeos acontece devido a fatores genéticos, podem surgir alguns sintomas, como por exemplo:

  • Pequenas bolsas brancas na pele, especialmente próximo aos olhos, cotovelos ou dedos, chamadas cientificamente de xantelasma;
  • Acúmulo de gordura na região da barriga e em outras regiões do corpo;
  • Aparecimento de manchas brancas na retina, que é detectável através de um exame ao olho.

O valor normal dos triglicerídeos é até 150 mg/dL. Valores acima de 200 mg/dL normalmente são considerados perigosos, sendo recomendado acompanhamento de um cardiologista e nutricionista para que sejam adotadas medidas para melhorar o estilo de vida, bem como melhora da dieta, por exemplo. 

O que fazer em caso de triglicerídeos altos

No caso de triglicerídeos altos é recomendado fazer atividade física regularmente, como caminhar, correr ou nadar, pelo menos 3 a 4 vezes por semana durante 30 minutos.

Porém, nos casos mais graves, em que não é possível baixar os níveis de triglicerídeos no sangue apenas com exercício físico e alimentação, o médico pode receitar alguns medicamentos como Genfibrozila ou Fenofibrato, por exemplo. Além disso, esse composto também pode causar o aumento do colesterol VLDL, que é responsável pelo aumento das chances de desenvolver aterosclerose.

É importante também consultar um nutricionista para iniciar uma dieta equilibrada e pobre em gorduras, bebidas alcoólicas e açúcar. 

Fonte: Tua Saúde

Categoria: Saúde
Tags: Colesterol, Triglicerídeos

Enviar comentário

voltar para Biologando

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull|||login news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||