Sintomas de Refluxo em adultos e bebês

Publicado em 01/10/2018 às 08h15

Os sintomas de refluxo gastroesofágico, que é o retorno do conteúdo do estômago para o esôfago em direção à laringe e boca, é uma doença que atinge um grande número de pessoas e pode levar ao câncer se não for bem tratado. Os principais sintomas incluem:

  • Queimação no estômago que pode subir até à garganta;
  • Dor de estômago, na laringe e/ou faringe;
  • Sensação de peso no estômago;
  • Arroto;
  • Azia;
  • Indigestão;
  • Tosse frequente;
  • Dificuldade para engolir os alimentos;
  • Laringite;
  • Asma.

Os sintomas tendem a piorar quando dobra-se o corpo para baixo para pegar algo do chão, por exemplo, ou quando do indivíduo permanece na posição horizontal após a refeição, como ocorre na hora de dormir.

O refluxo constante pode provocar uma intensa inflamação na parede do esôfago, chamada de esofagite, que, se não for tratada corretamente, pode até levar ao câncer. 

Sintomas de refluxo em bebês

O refluxo em bebês também provoca retorno do conteúdo dos alimentos do estômago em direção à boca, por isso, alguns dos sinais e sintomas que podem indicar esta situação incluem:

  • Vômitos constantes;
  • Sono agitado;
  • Dificuldade para mamar e para ganhar peso;
  • Rouquidão devido à inflamação da laringe;
  • Otites de repetição.

Além disso, o bebê pode desenvolver otites de repetição, devido à inflamações frequentes das vias aéreas ou, até, pneumonia aspirativa, devido à entrada de alimentos nos pulmões. 

O que fazer se tiver refluxo

Em caso de suspeita de refluxo, é necessário procurar atendimento do médico clínico geral, gastroenterologista ou pediatra, que poderão avaliar os sintomas, o exame físico e, se necessário, solicitar exames como teste o pH gástrico ou endoscopia digestiva, por exemplo.

O tratamento é feito com medicamentos para bloquear a acidez do estômago, como Omeprazol ou Ranitidina Também é muito importante fazer alterações na dieta, evitando-se alimentos que facilitam o refluxo, como gorduras, frituras, molhos de tomate, hortelã e pimenta, além de ser indicado evitar refeições volumosas, bebidas alcoólicas ou deitar logo após comer. 

Fonte: Tua Saúde

 

 

 

 

 

Sintomas de refluxo em bebês

O refluxo em bebês também provoca retorno do conteúdo dos alimentos do estômago em direção à boca, por isso, alguns dos sinais e sintomas que podem indicar esta situação incluem:

  • Vômitos constantes;
  • Sono agitado;
  • Dificuldade para mamar e para ganhar peso;
  • Rouquidão devido à inflamação da laringe;
  • Otites de repetição.

Além disso, o bebê pode desenvolver otites de repetição, devido à inflamações frequentes das vias aéreas ou, até, pneumonia aspirativa, devido à entrada de alimentos nos pulmões. Para saber mais sobre os sintomas de refluxo infantil consulte: Refluxo em bebê.

O que fazer se tiver refluxo

Em caso de suspeita de refluxo, é necessário procurar atendimento do médico clínico geral, gastroenterologista ou pediatra, que poderão avaliar os sintomas, o exame físico e, se necessário, solicitar exames como teste o pH gástrico ou endoscopia digestiva, por exemplo.

O tratamento é feito com medicamentos para bloquear a acidez do estômago, como Omeprazol ou Ranitidina Também é muito importante fazer alterações na dieta, evitando-se alimentos que facilitam o refluxo, como gorduras, frituras, molhos de tomate, hortelã e pimenta, além de ser indicado evitar refeições volumosas, bebidas alcoólicas ou deitar logo após comer. 

Sintomas de refluxo em bebês

O refluxo em bebês também provoca retorno do conteúdo dos alimentos do estômago em direção à boca, por isso, alguns dos sinais e sintomas que podem indicar esta situação incluem:

  • Vômitos constantes;
  • Sono agitado;
  • Dificuldade para mamar e para ganhar peso;
  • Rouquidão devido à inflamação da laringe;
  • Otites de repetição.

Além disso, o bebê pode desenvolver otites de repetição, devido à inflamações frequentes das vias aéreas ou, até, pneumonia aspirativa, devido à entrada de alimentos nos pulmões. Para saber mais sobre os sintomas de refluxo infantil consulte: Refluxo em bebê.

O que fazer se tiver refluxo

Em caso de suspeita de refluxo, é necessário procurar atendimento do médico clínico geral, gastroenterologista ou pediatra, que poderão avaliar os sintomas, o exame físico e, se necessário, solicitar exames como teste o pH gástrico ou endoscopia digestiva, por exemplo.

O tratamento é feito com medicamentos para bloquear a acidez do estômago, como Omeprazol ou Ranitidina Também é muito importante fazer alterações na dieta, evitando-se alimentos que facilitam o refluxo, como gorduras, frituras, molhos de tomate, hortelã e pimenta, além de ser indicado evitar refeições volumosas, bebidas alcoólicas ou deitar logo após comer. 

Sintomas de refluxo em bebês

O refluxo em bebês também provoca retorno do conteúdo dos alimentos do estômago em direção à boca, por isso, alguns dos sinais e sintomas que podem indicar esta situação incluem:

  • Vômitos constantes;
  • Sono agitado;
  • Dificuldade para mamar e para ganhar peso;
  • Rouquidão devido à inflamação da laringe;
  • Otites de repetição.

Além disso, o bebê pode desenvolver otites de repetição, devido à inflamações frequentes das vias aéreas ou, até, pneumonia aspirativa, devido à entrada de alimentos nos pulmões. Para saber mais sobre os sintomas de refluxo infantil consulte: Refluxo em bebê.

O que fazer se tiver refluxo

Em caso de suspeita de refluxo, é necessário procurar atendimento do médico clínico geral, gastroenterologista ou pediatra, que poderão avaliar os sintomas, o exame físico e, se necessário, solicitar exames como teste o pH gástrico ou endoscopia digestiva, por exemplo.

O tratamento é feito com medicamentos para bloquear a acidez do estômago, como Omeprazol ou Ranitidina Também é muito importante fazer alterações na dieta, evitando-se alimentos que facilitam o refluxo, como gorduras, frituras, molhos de tomate, hortelã e pimenta, além de ser indicado evitar refeições volumosas, bebidas alcoólicas ou deitar logo após comer. 

Sintomas de refluxo em bebês

O refluxo em bebês também provoca retorno do conteúdo dos alimentos do estômago em direção à boca, por isso, alguns dos sinais e sintomas que podem indicar esta situação incluem:

  • Vômitos constantes;
  • Sono agitado;
  • Dificuldade para mamar e para ganhar peso;
  • Rouquidão devido à inflamação da laringe;
  • Otites de repetição.

Além disso, o bebê pode desenvolver otites de repetição, devido à inflamações frequentes das vias aéreas ou, até, pneumonia aspirativa, devido à entrada de alimentos nos pulmões. Para saber mais sobre os sintomas de refluxo infantil consulte: Refluxo em bebê.

O que fazer se tiver refluxo

Em caso de suspeita de refluxo, é necessário procurar atendimento do médico clínico geral, gastroenterologista ou pediatra, que poderão avaliar os sintomas, o exame físico e, se necessário, solicitar exames como teste o pH gástrico ou endoscopia digestiva, por exemplo.

O tratamento é feito com medicamentos para bloquear a acidez do estômago, como Omeprazol ou Ranitidina Também é muito importante fazer alterações na dieta, evitando-se alimentos que facilitam o refluxo, como gorduras, frituras, molhos de tomate, hortelã e pimenta, além de ser indicado evitar refeições volumosas, bebidas alcoólicas ou deitar logo após comer. 

Sintomas de refluxo em bebês

O refluxo em bebês também provoca retorno do conteúdo dos alimentos do estômago em direção à boca, por isso, alguns dos sinais e sintomas que podem indicar esta situação incluem:

  • Vômitos constantes;
  • Sono agitado;
  • Dificuldade para mamar e para ganhar peso;
  • Rouquidão devido à inflamação da laringe;
  • Otites de repetição.

Além disso, o bebê pode desenvolver otites de repetição, devido à inflamações frequentes das vias aéreas ou, até, pneumonia aspirativa, devido à entrada de alimentos nos pulmões. Para saber mais sobre os sintomas de refluxo infantil consulte: Refluxo em bebê.

O que fazer se tiver refluxo

Em caso de suspeita de refluxo, é necessário procurar atendimento do médico clínico geral, gastroenterologista ou pediatra, que poderão avaliar os sintomas, o exame físico e, se necessário, solicitar exames como teste o pH gástrico ou endoscopia digestiva, por exemplo.

O tratamento é feito com medicamentos para bloquear a acidez do estômago, como Omeprazol ou Ranitidina Também é muito importante fazer alterações na dieta, evitando-se alimentos que facilitam o refluxo, como gorduras, frituras, molhos de tomate, hortelã e pimenta, além de ser indicado evitar refeições volumosas, bebidas alcoólicas ou deitar logo após comer. 

Categoria: Saúde
Tags: Causas, Refluxo

Enviar comentário

voltar para Biologando

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull|||login news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||