Meio Ambiente

Novas pontes são construídas nas estradas rurais de Muriaé

Publicado em 16/10/2018 às 15h21

Travessias são indispensáveis para escoamento da produção agrícola e para transporte de passageiros e estudantes

Novas pontes foram construídas, nas últimas semanas, nas estradas rurais de Muriaé. Nas vias de acesso ao Pico do Itajurú, em Pedra Alta (Belisário); na região do Ferreirinha (Bom Jesus da Cachoeira) e no Macuquinho (Macuco) foram instalados tubulões de aço. Na estrada do Espanhol (São João do Glória) e na Cachoeirinha (São Fernando) foram feitas novas estruturas com madeiras ou manilhas. A Prefeitura está reestruturando os caminhos que são indispensáveis para escoamento da produção agrícola e para o trânsito de veículos de passageiros e estudantes.

Mais de 70 pontes já foram confeccionadas para interligar extremidades. Três delas com tubulões de aço e as demais com madeira ou manilhas de concreto. Estes novos modelos feitos com tubulação de aço alcançarão uma vida mais longa. Mais de 20 anos. “Contemplamos todos os distritos de Muriaé com intervenções nas vias de acesso. Temos mais um tubulão que ainda estamos estudando o local de maior necessidade para fazer a instalação”, explicou o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Manoel Carvalho. As pontes construídas com madeira terão uma vida média de 10 a 14 anos.

Muriaé concentra uma extensa região rural. São mais de 2.300 quilômetros de estradas de terra, envolvendo um grande número de agricultores e proprietários rurais que residem juntamente com suas famílias em sítios ou fazendas. Os deslocamentos são feitos em transportes como charretes, motocicletas, veículos pequenos ou grandes. As travessias precisam estar prontas para receber o fluxo de automóveis e permitir a condução segura para o homem do campo e para os moradores de distritos.

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Equipes do Demsur estão empenhadas na limpeza de diversos bairros da cidade

Publicado em 16/10/2018 às 09h14

Mais uma vez a Prefeitura de Muriaé, por meio do Demsur, iniciou a semana com dezenas de profissionais em diversos pontos da cidade realizando os trabalhos de capina, roçada e caiação de ruas e logradouros públicos.

O trabalho de capina começa a semana pelo São Cristóvão e Joanópolis, mas nos próximos dias irá percorrer os bairros Encoberta, Barra e Centro. O serviço de roçagem está sendo feito nos trevos de acesso aos bairros, às margens das BRs116 e 356.

O Demsur segue fazendo também a caiação no Cemitério Municipal de Muriaé, que deverá receber milhares de visitantes no Dia de Finados, comemorado em 2 de novembro. O serviço também está sendo executado na Via Saúde e na próxima sexta-feira (19) passará pela praça do bairro São Cristóvão, que receberá no dia seguinte mais uma edição do evento "Prefeitura no Seu Bairro".

O Demsur segue comprometido com o bem-estar dos muriaeenses e, por isso, está cada vez mais empenhado com a limpeza do município.

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Casal transforma plástico do oceano em próteses ecológicas para crianças carentes

Publicado em 15/10/2018 às 09h36

O casal Laura e Chris Moriarity retira plástico dos oceanos e cria próteses impressas em 3D para pessoas carentes em todo o mundo.

O casal Laura e Chris Moriarity mostra que você não precisa ser um especialista para resolver um problema do mundo, ou dois problemas, como é o caso deles. De uma só vez, o casal retira plástico dos oceanos e cria próteses impressas em 3D para pessoas carentes em todo o mundo.

Eles nunca tinham feito experimentos com plástico oceânico nem expertise com próteses, segundo o site Good News Network. Mesmo assim, Laura e Chris, de Illinois (EUA), fundaram o ‘Million Waves Project’, uma organização de caridade transforma plástico retirado dos oceanos em próteses ecológicas para crianças carentes que possuem alguma deficiência física.

“O Million Waves Project reúne duas situações globais inaceitáveis e oferece uma solução prática e sustentável”, diz o site da organização sem fins lucrativos.

Laura e Chris cortam o plástico à mão e depois passam o material em um triturador de papel. A nova mistura segue para uma impressora 3D. Então, eles usam um aplicativo para se conectar com pessoas que precisam de próteses para que possam projetar o dispositivo com as medidas da criança, totalmente personalizado.

Já que a matéria-prima é barata, a prótese custa de 45 a 170 dólares. O Million Waves Project é financiado por doações, patrocínios e venda de chaveiros no site da instituição. Desde que foi lançada, a iniciativa doou 18 próteses para pessoas com deficiência.

Agora, Laura e Chris estão trabalhando para conseguir um triturador de tamanho comercial, para multiplicar sua produção em dez vezes.

Fonte: razão para acreditar

 

Categoria: Geral, Mundo
Comentários (0) e Compartilhar

Brasileira cria canudo de inhame, biodegradável e comestível

Publicado em 09/10/2018 às 08h33

A estudante Maria Pennachin, de apenas 16 anos, criou um canudo biodegradável à base de inhame. Ela desenvolveu o produto no laboratório da escola em que estuda, o Colégio Estadual Culto à Ciência, em Campinas, São Paulo.

O biocanudo pode ser descartado na natureza sem causar prejuízos para a fauna e flora, é maleável e comestível. A proposta deu tão certo que a aluna vai apresentá-la em uma feira internacional em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, em setembro de 2019.

Ela conta que o projeto partiu da recente discussão sobre o descarte de canudos de plástico na natureza e a proibição de sua circulação. Maria diz que observava o inhame na culinária quando teve a ideia de aplicá-lo na área do bioplástico. “Eu já era uma consumidora e só de observar na cozinha a ‘baba’ que ele solta, achei interessante. Quando comecei a trabalhar com bioplástico, [pensei em] acrescentá-lo, por ser pouco explorado nessa área”, disse ao G1.

“Me despertou muito [o interesse] quando começou a aparecer essa problemática. Quando vem uma proibição, precisa de uma alternativa. Então eu mesma quis ir atrás dela”, relata Maria.

Melhorias

O biocanudo não tem gosto de inhame, nem de nenhum outro ingrediente que vai na sua “massa”.

Além disso, ele não dissolve no líquido. Mesmo assim, Maria, que frequenta o 2º ano do Ensino Médio, tem outras ideias para melhorar seu produto. “Quero investigar e ir mais além na firmeza: fazer uma linha vegana, porque a gelatina [um dos ingredientes na composição] não atenderia esse público, e fazer uma coisa mais interessante para o público infantil”, diz a aluna.

Como

Para chegar na atual fórmula, Maria realizou uma série de testes e contou com a orientação de duas professoras: Aloísa Morreto e Cláudia Caniati. Segundo a professora Aloísa, as disciplinas na escola que trabalham desenvolvimento de projetos são focadas no meio ambiente. “Esse ano, o tema sugerido foi a questão dos resíduos sólidos”, diz.

A aluna conta que, na fase de testes, usou diferentes ingredientes e, analisando os resultados, foi regulando a receita. “Além do inhame, usei outros ingredientes nos testes. Inclusive coloquei vinagre. Nos que eu coloquei menos, teve o aparecimento do fungo. Fui regulando o tanto que precisava de cada ingrediente e obtive a massa final”, explica.

A primeira conquista do projeto foi o 1º lugar na edição deste ano da Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia (Fenecit), na categoria meio ambiente. O ouro garantiu a Maria o credenciamento para representar o Brasil na feira dos Emirados Árabes. “Nós estamos buscando patrocínio de quem possa colaborar e investir no projeto”, finaliza a professora Cláudia.

Fonte: Só Noticia Boa

Categoria: Brasil
Comentários (0) e Compartilhar

Demsur realiza limpeza da cidade durante eleições no primeiro turno

Publicado em 08/10/2018 às 15h34

Mais uma vez o domingo de eleições amanheceu com muitos papéis pelas ruas de Muriaé. Os famosos "santinhos", panfletos com fotos e números dos candidatos, foram espalhados em diversos pontos da cidade, principalmente próximo aos locais de votação.

Já prevendo a possibilidade deste lamentável ato, o Departamento de Limpeza Urbana do Demsur elaborou um cronograma designando várias equipes para retirar a sujeira das ruas. Os profissionais foram divididos em dois turnos e concentraram os trabalhos nas localidades com o maior número de eleitores.

O trabalho continuou nesta segunda-feira (8) e novamente vários servidores deram sequência ao serviço iniciado no dia anterior e concluíram a retiradas dos panfletos das ruas.

O objetivo foi evitar o acúmulo desse tipo de material pelas ruas da cidade causando um ambiente desagradável para os moradores e também risco de queda aos pedestres, assim como o entupimento das bocas de lobo, aumentando o risco de alagamentos durante as chuvas.

O Demsur ressalta que em setembro enviou um ofício a todos os partidos políticos de Muriaé solicitando a colaboração na manutenção da limpeza do município. O documento destacava a oportunidade de todas as legendas começarem uma nova etapa na política de nosso país, através do bom exemplo. 

 

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Curso de Turismo Rural acontecerá em Pirapanema no próximo dia 16

Publicado em 05/10/2018 às 15h48

Parceria entre Prefeitura e Senar objetiva qualificar proprietário rural para receber turistas, oferecendo capacitação para que desenvolvam atividades para clientes

O curso de Turismo Rural acontecerá entre dias 16 e 19 de outubro, no horário de 8h a 17h, no distrito de Pirapanema. A realização é pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), por meio de parceria entre a Prefeitura, Fundarte e Sindicato Rural. O objetivo da atividade é qualificar o proprietário rural para receber turistas, oferecendo a eles a capacitação para desenvolverem atividades dentro de suas propriedades. A oportunidade também ensinará técnicas de atendimento ao cliente e hospedagem.

O treinamento terá carga horária de 32 horas por dia, ministrado pela instrutora do Senar, Cláudia Ferolla. Os conteúdos trabalhados serão ligados ao empreendedorismo, planejamento e administração de propriedades rurais. Serão desenvolvidos conceitos e atividades que irão auxiliar na criação de um plano de negócios bem estruturado, que poderá contribuir para a melhoria da gestão de sítios ou fazendas, estabelecendo ações que levarão a estruturar de forma correta a maneira de receber visitantes e proporcionar entretenimento de qualidade para os moradores da área urbana.

A modalidade começa a ganhar força na região e estabelecer novas formas de oferecer conhecimento sobre as atividades agropecuárias, apresentando o patrimônio cultural e natural como elementos da oferta turística no meio rural. Os proprietários precisam estar treinados para apresentar passeios, conhecimentos sobre a agricultura familiar, e relembrar as manifestações regionais (como o folclore, os trabalhos manuais, a gastronomia).

Para os interessados em participar, existem apenas 12 vagas disponíveis. Outras informações podem ser adquiridas pelo telefone 3696-3395 (Natália). Será necessário preencher ficha cadastral com os números dos documentos de identidade, CPF e endereço residencial, e-mail (endereço eletrônico), além do telefone.

Categoria: Muriaé, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Novas árvores foram plantadas no Cemitério Municipal

Publicado em 05/10/2018 às 14h54

Mudas plantadas estão em bom estágio de crescimento e poderão fornecer frescor ao local, melhorando bem-estar da população que frequenta ambiente

A Prefeitura realizou o plantio na segunda-feira (1º) de oito mudas de ipês no Cemitério Municipal, nas proximidades da capela mortuária, para que as árvores possam gerar sombra e tornar o local mais agradável para o público. Os ipês estão em bom estágio de crescimento e deverão fornecer mais frescor para o espaço, melhorando o bem-estar da população que precisa frequentar aquele ambiente.

As árvores antigas existentes no cemitério foram cortadas por serem espécies de raízes longas, que estavam prejudicando o muro de contenção. Elas também já estavam velhas, doentes e cheias de bichos. Muitos galhos estavam quebrando com freqüência e se tornando ameaças para pessoas e veículos. Segundo o engenheiro florestal e funcionário da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Sérgio Vilhena, a solicitação de corte foi autorizada pelo Conselho Municipal de Conservação e Defesa do Meio Ambiente (CODEMA).

O Codema é órgão formado por 22 membros que representam os órgãos públicos e a sociedade civil de Muriaé. Ele se reúne nas últimas quintas-feiras de cada mês para deliberar sobre as solicitações de corte e analisa caso a caso o que deve ser feito. As reuniões acontecem no 1º andar do Centro Administrativo ou no IFET e Teatro Zaccaria Marques. Pessoas interessadas em assistir podem participar das sessões.

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Itamuri: moradores do distrito são beneficiados com mais um reservatório de água

Publicado em 04/10/2018 às 08h08

Os moradores do distrito de Itamuri foram contemplados por mais um reservatório que foi instalado na localidade, nesta quarta-feira (3), pela Prefeitura de Muriaé, por meio do Demsur. Essa é mais uma etapa do programa Mais Água – conjunto de ações e investimentos que visam acabar com a falta de água no município até 2020.

O novo tanque de 50 mil litros foi instalado ao lado de outro, com a mesma capacidade, e juntos vão garantir uma maior quantidade de água potável armazenada para a população. A instalação deste novo reservatório diminui o risco de desabastecimento em caso de manutenção ou incidentes na rede.

Desde junho deste ano o Demsur já instalou novos reservatórios nos bairros João XXIII, Porto Belo, Cardoso de Melo (2), Dornelas II, São Joaquim e Napoleão, além de um tanque reformado e instalado no bairro Padre Tiago.

Em breve o distrito de Bom Jesus e a comunidade de Patrimônio dos Carneiros também serão contemplados com novos reservatórios.

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Defesa Civil de Muriaé se prepara para atender período chuvoso

Publicado em 03/10/2018 às 15h05

Plano de Contingência define estratégias a fim de aumentar rapidez na resposta e reduzir danos à população

A Prefeitura de Muriaé, por meio da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC), já tem definidas as estratégias de prevenção e atuação durante o período chuvoso. O Plano de Contingência 2018/2019 foi apresentado na terça-feira (2) aos secretários municipais, cujas Secretarias estão diretamente envolvidas no atendimento emergencial em caso de enchentes e desastres.

Durante o encontro, que aconteceu no Centro Administrativo, também foram definidos os grupos de trabalho que fazem parte do Plano de Contingência. Contendo medidas preventivas e de ação, o documento possui dados de pessoas e instituições a serem contactadas em caso de inundações, enchentes, alagamentos, deslizamento de encostas, entre outros, para atendimento e abrigo às vítimas, assim como a estrutura disponível para atendimento. O objetivo é aumentar rapidez na resposta e minimizar danos.

A Defesa Civil – Vinculada ao gabinete do prefeito, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil atua no planejamento, prevenção e resposta a desastres naturais, oferecendo atendimento aos muriaeenses em situações de risco.

Está localizada nas dependências do 2º Pelotão do Corpo de Bombeiros desde maio de 2017, por meio de parceria inédita no estado entre a Prefeitura e a corporação. A população pode entrar em contato com a Defesa Civil pelos telefones 3721-0279, 199 e 98826-9846.

 

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Boa Família: Demsur faz interligação de poços para otimizar fornecimento de água

Publicado em 03/10/2018 às 10h17

Nesta terça-feira (2) o Demsur concluiu a interligação de dois poços artesianos no distrito de Boa Família. A partir de agora a água destas duas unidades irão para o reservatório e, consequentemente, reforçar o abastecimento das residências daquela comunidade.

A distância entre os dois poços é de, aproximadamente, 100 metros e, nos últimos dias, os profissionais da autarquia fizeram a instalação da rede para interligá-los. A água extraída das duas unidades será bombeada até o reservatório de 100 mil litros, que é o principal tanque de armazenamento daquela localidade.

Boa Família é um dos distritos mais populosos do município, o consumo de água é alto e aumenta na mesma proporção do crescimento local.

O Demsur está atento à demanda de cada localidade e, por isso, tem investido e buscado, cada vez mais, alternativas para garantir o abastecimento a todos os muriaeenses.

 

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull|||login news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||