Codema decide autorizações de podas e cortes de árvores e cria Educação Ambiental para escolas

Publicado em 31/01/2019 às 17h01

Órgão deliberativo da Prefeitura determina que solicitantes façam reposições pelos cortes realizados ou que compensem financeiramente

Em mais uma reunião do Conselho Municipal de Defesa e Conservação do Meio Ambiente (Codema), realizada nesta quinta-feira (31), no Centro Administrativo, foram analisados dezenas de pedidos de podas e cortes de árvores na cidade. O órgão vinculado à Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, determina que o solicitante faça a reposição das mudas ou que realize a compensação de forma financeira.

A reunião foi oportuna para a criação da Comissão de Educação Ambiental, a qual deverá formular uma política de treinamento e orientação para os professores das redes educacionais no que diz respeito à área ambiental. Desta forma, os professores serão multiplicadores de informações e deverão levar conteúdos sobre proteção ambiental para as crianças e adolescentes em sala de aula.

O Conselho deliberativo que julga e analisa é formado por 22 membros, que opinam na aprovação ou não de cada ocorrência registrada ou projeto. É formado por representantes dos órgãos ambientais (Emater, IEF, Polícia Ambiental) e sociedade civil, além de possuir integrantes das Secretarias de Meio Ambiente, Obras e Urbanismo, Educação, Esporte e Lazer, Fundarte (Prefeitura), Demsur, Unifaminas, Câmara Municipal e muitos outros.

Requisições de podas e cortes na cidade

Cerca de 10 requisições foram protocoladas na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente neste período. Foram solicitados cortes por motivo de interferência em construção, por serem árvores que provocam rachaduras em calçadas ou paredes de residências e comércio, ou mesmo por serem altas e produzir frutos que causam transtornos em telhados.

“Nossa função é colocar as solicitações em pauta e ouvir a votação dos conselheiros do Codema. Na maioria das vezes, nós pedimos que para o corte de duas árvores se plante quatro. Sempre o dobro ou às vezes cinco vezes mais, dependendo da espécie a ser retirada”, explicou o chefe de Gestão e Proteção Ambiental da Prefeitura, Lucas de Melo.

Nesta quinta-feira, foram autorizados cortes em diferentes pontos da cidade: Rua Coronel Domiciano (Centro), Rua Alameda da Sibipiruna (Primavera), Rua Santa Rita (Centro), Rua Antônio Pereira Coelho (acesso ao Santa Terezinha), na região atrás do Cristo Redentor entre outros. Ficou também definida a aquisição de uma caminhonete para as atividades de fiscalização ambiental, ampliando as possibilidades de fiscalizações em relação aos licenciamentos e reposições. 

Categoria: Muriaé
Tags: CODEMA, Corte de árvores

Enviar comentário

voltar para Meio Ambiente

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull|||login news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||