Região

Baixa pressão pode formar um ciclone tropical no litoral da BA e norte do ES

Publicado em 23/03/2019 às 09h09

 

Previsão do Inmet é de chuvas fortes e rajadas de ventos de até 100km/hora neste fim de semana


Devido à formação de um sistema de pressão atmosférica de forte intensidade no litoral sul da Bahia e norte do Espírito Santo, bem como o aumento da temperatura das águas no Oceano Atlântico, há a possibilidade dessa baixa pressão transformar-se em um ciclone tropical entre os dias 23 e 24 de março de 2019, prevê o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

A previsão continua para chuvas intensas e ventos fortes no sudeste da Bahia e rajadas de ventos fortes no norte do Espírito Santo. Os ventos podem atingir em torno de 100Km/h. A Marinha do Brasil também está monitorando o fenômeno meteorológico e a Defesa Civil está em alerta na região.

O ciclone se caracteriza pela queda da pressão atmosférica fechando um centro de baixa pressão resultando em condições adversas do tempo, de acordo com explicação da meteorologista Naiana Araújo, do Centro de Análise e Previsão do Tempo Inmet.

Categoria: Região
Comentários (0) e Compartilhar

Muriaé tem aviso de chuva forte para esta terça-feira

Publicado em 26/02/2019 às 17h47

Previsão divulgada pela Defesa Civil é de que chova entre 20 e 30mm

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), existe "perigo potencial de tempestade" para esta terça-feira (26) em Muriaé, com precipitações variando entre 20 e 30 mm por horas ou até 50 mm por dia e ventos variando entre 40 e 60 km/h.

A Coordenadoria Municipal de Proteção de Defesa Civil (COMPDEC) de Muriaé informa que continuará realizando seus monitoramentos, e quaisquer duvidas, a população pode entrar em contato com o órgão pelos telefones 199 e 98826-9846 (telefone de plantão).

Categoria: Muriaé, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Caia na folia com Segurança

Publicado em 26/02/2019 às 09h22

 

 

O mascote Zé da Luz é um folião animado, mas muito consciente 

Carnaval é época de se deixar levar pelo clima, seja brincando no bloquinho, seguindo o trio elétrico ou aproveitando o feriadão em casa, mas só se for com atenção para a segurança!

E a Energisa tem um folião que é nota 10 em segurança e ao longo dessa semana dará dicas especiais pelas redes sociais da empresa: o mascote Zé da Luz se produziu todo para ensinar adultos e crianças a curtirem a folia sem correr riscos de acidentes com a rede elétrica. Então, siga o Zé da Luz nas páginas oficiais da Energisa nas redes sociais, compartilhe as dicas e venha curtir a folia com segurança:

 

§  Mantenha distância da rede elétrica: fique atento à altura máxima permitida do trio elétrico ou do caminhão de som. Estruturas e foliões precisam ficar, no mínimo, a dois metros de distância das redes elétricas. Quanto mais distante da rede elétrica, melhor. Lembre-se: não é preciso encostar na rede para sofrer choque elétrico, a simples proximidade dos fios pode ser fatal. Por isso, mantenha distância sempre.

 

§  Em caso de colisão entre carros e postes de energia, não toque e não se aproxime dos cabos caídos ao solo e das partes metálicas dos veículos para evitar risco de choque elétrico. Entre em contato com a Energisa pelo 0800 032 0196, pelas redes sociais, pela Agência Virtual da Energisa em www.energisa.com.br ou pelo aplicativo Energisa On.

 

§  Serpentinas de papel ou metálicas, jatos de espumas ou de água e fogos de artifício não devem ser lançados em direção às redes de energia para evitar risco de choque elétrico.

 

§  Decorações e alegorias não podem ser fixadas em postes ou em redes elétricas.

 

§  Nunca toque ou levante os cabos de baixa/média tensão, mesmo se estiver usando luvas isolantes. A rede elétrica só pode ser manuseada por profissionais da Energisa.

 

§  Não use extensões e não sobrecarregue um ponto de energia ligando vários equipamentos ao mesmo tempo. Isso pode causar curto-circuito e incêndios.

 

§  Não faça ligações clandestinas. Além de ser crime, aumenta o risco de acidentes. Se precisar de energia para camarotes ou barracas durante o carnaval, solicite uma ligação de energia temporária na Energisa.

 

§  Não solte fogos de artifício em direção ou próximo à rede elétrica. Isso porque pode romper fios e cabos e causar graves acidentes.

 

Lembre-se: a Energisa está sempre disponível para atendê-lo. Entre em contato com a Energisa pelas redes sociais— e pelo site www.energisa.com.br.

Categoria: Muriaé, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Produtores de café orgânico de Divino buscam aprimorar gestão com ajuda do Senar

Publicado em 21/02/2019 às 17h54

“Sempre fui agricultor, sobrevivendo da atividade rural. Sempre busquei a sustentabilidade na propriedade, mas faltava a visão do negócio”. Para suprir essa demanda do cafeicultor Gilberto Ferreira Correa e de outros produtores de café orgânico de Divino, o Senar Minas está oferecendo o programa Gestão com Qualidade em Campo (GQC) até maio.

O interesse pelo programa partiu dos participantes, que estavam em busca de melhorar a gestão e buscaram o apoio do Senar Minas após terem boas referências do GQC. “Com o curso espero aprender a me organizar melhor para compreender e colocar em prática todas as etapas de uma empresa rural, para garantir qualidade de vida para a minha família”, explicou Gilberto.

Ele começou a trabalhar com a cafeicultura orgânica em 2016. A propriedade de 1,58 hectares fica na comunidade Vargem Grande, sendo que a área destinada ao café é de 0,59 hectares, com 1.300 pés. “A cafeicultura orgânica ainda é novidade no município e, apesar de todos os cursos e reuniões que participamos, a prática ainda se mostra com desafios inesperados”, comentou.

O programa busca ampliar a visão empresarial com investimento em gestão. Para isso, ensina o participante a planejar e a colocar em prática ações que permitam reduzir custos e buscar eficiência na condução do negócio. Desenvolvido em módulos, as aulas são expositivas e há consultorias nas propriedades rurais.


O Sindicato de Produtores Rurais de Divino é parceiro do Senar Minas neste programa. Para a mobilizadora Viviane Souza Cunha, responsável pela formação da turma, a expectativa é que o grupo veja a importância da gestão nos seus negócios. “E, assim, passem a registrar dados, fazer cálculos e planejar ações dentro de um sistema sustentável em harmonia com o meio ambiente”, acrescentou.

Até maio deste ano, os 20 produtores serão estimulados a mudar de atitude - de agricultor para empresário rural, com a orientação do instrutor Jair Monte. Ao final do programa, os alunos terão conhecimento para eliminar desperdícios, agregar valor nas atividades da fazenda, melhorar a qualidade dos processos e do produto e capacidade de utilizar indicadores para tomar decisões.

Além de produtores rurais de Divino, o programa também irá beneficiar cafeicultores de Espera Feliz a partir desta semana, dessa vez em parceria com o Sindicato de Produtores Rurais de Espera Feliz.

Categoria: Geral, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Belisário se torna patrimônio hídrico e está protegido contra exploração mineral

Publicado em 14/02/2019 às 08h56

Prefeitura criou documento para preservar distrito do extrativismo e poluição de nascentes

Para proteger o Parque Estadual Serra do Brigadeiro, assim como a Área de Proteção Ambiental Parque do Itajurú (APA Municipal Pico do Itajurú), da mineração, a Prefeitura de Muriaé se antecipou aos fatos e criou a Lei Municipal 5.763, para proteger a região de Muriaé (Belisário) do extrativismo mineral e da extinção das nascentes.

A posição foi tomada para atender a população do distrito, que organizou um movimento de repulsa. Após a criação da lei, 100 quilômetros quadrados, cerca de 10 mil hectares, no entorno de Belisário foi transformado em Patrimônio Hídrico. Desta maneira, a região rica em recursos ambientais estará protegida, já que a nova lei estabelece limites para as explorações ao redor dos parques da Serra do Brigadeiro e APA Municipal Pico do Itajurú.  

A Secretaria de Meio Ambiente foi ao local, fez as medições e definiu a área e regras a serem aplicadas. A nova lei foi construída com o objetivo de dificultar as explorações de impacto na região. Na área delimitada pela lei ficou definido que deverão ser incentivadas novas atividades econômicas e sociais sustentáveis, como a prática de turismo natural ou ecológico, agricultura familiar, conservação ambiental e promoção de pesquisas.

“Os dois parques são de uma rica produção hídrica, é o nosso pulmão, e nos permite receber o Imposto sobre Circulação de Mercadorias, o ICMS Ecológico, que é revertido para melhorias necessárias a estas áreas. Estes 10 mil hectares compreendem reservas de Mata Atlântica, que envolvem mais de 2 mil nascentes”, explica o coordenador de Meio Ambiente da Prefeitura, Lucas Melo.

A partir de então, qualquer exploração a ser realizada na região deverá respeitar o raio de 100 quilômetros quadrados (10 mil hectares) ao redor das reservas ambientais. Os moradores de Belisário passaram a ter mais controle sobre as terras que pertencentes ao Patrimônio Hídrico.

Mais de 27 pedidos foram registrados como solicitação para mineração

Estudos que já foram realizados sobre a presença de bauxita no Brasil comprovaram que a Serra do Brigadeiro possui uma das maiores jazidas da matéria-prima do alumínio do país. A área vem sendo desejada há anos pelas mineradoras.

Através de pesquisas na internet, se pôde averiguar que mais de 27 pedidos de autorização para minerar no Parque Serra do Brigadeiro e entorno foram solicitados.

A Serra do Brigadeiro que circunda toda a cidade e a Apa Pico do Itajurú, localizada na zona rural de Muriaé, são grandes geradoras de água. A região tem registradas mais de 2 mil nascentes, as quais abastecem o distrito, Muriaé e as cidades vizinhas. 

Categoria: Muriaé, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Defesa Civil alerta para chuvas intensas nesta terça-feira

Publicado em 12/02/2019 às 17h59

Há previsão de se chover entre 20 e 30 milímetros

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) alerta para um "perigo potencial de chuvas intensas" na noite desta terça-feira (12), com precipitações variando entre 20 e 30 milímetros ou até 50 milímetros, e ventos entre 40 e 60 km/h. As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

A Compdec informa que continuará realizando seus monitoramentos. A população pode entrar em contato com o órgão pelos telefones 199 e 98826-9846.

Categoria: Muriaé, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Defesa Civil acompanha situação de barragens próximas a Muriaé

Publicado em 29/01/2019 às 16h44

Órgão municipal participa de visitas às barragens e faz monitoramento de rios da região

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC), órgão vinculado à Prefeitura de Muriaé, informa que acompanha a situação de segurança das cinco barragens em cidades próximas ao município. Já o monitoramento de barragens é atribuição legal de órgãos estaduais.

A COMPDEC, mais conhecida como Defesa Civil, participa de visitas às instalações das barragens e acompanha o Plano de Ajuda Emergencial (PAE) e o Plano de Ajuda Emergencial de Barragem de Mineração (PAEBM). Essas medidas fazem parte da Lei 12.334, que define a Política Nacional de Segurança de Barragens. Além disso, a Defesa Civil faz o monitoramento constante dos três rios - Muriaé, Preto e Glória – que poderiam ser afetados em um possível desastre.

Em maio de 2018, a Defesa Civil foi convidada a visitar a PCH do Glória, que é de propriedade da Vale. Em julho do ano passado, agentes da Defesa Civil de Muriaé visitaram a Barragem de Bom Jardim, da Bauminas, em Miraí, para conhecer suas instalações, funcionamento e sistema de segurança, além do Plano de Ajuda Emergencial, que engloba ações entre a empresa mineradora e as COMPDEC’s.

As visitas a essas e outras barragens em cidades próximas a Muriaé atendem à Lei 12.334, a qual determina que as mineradoras entreguem à Defesa Civil o PAE e o PAEBM, a fim de se executar trabalhos de forma conjunta no momento de emergência.

CBA garante segurança de suas barragens – Dois dias após o rompimento da barragem da Mina Córrego Feijão, da Vale, em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) emitiu no domingo (27) mensagem interna aos seus funcionários lamentando o fato e se solidarizando com todos que tiveram suas vidas impactadas com a tragédia.

No mesmo comunicado, a CBA também esclareceu que possui “sistema robusto” que garante a integridade física de suas barragens, informando que esse processo contempla ações da própria empresa e atividades permanentes realizadas por auditorias técnicas externas, feitas por especialistas. A Companhia ressaltou ainda que todas as barragens de suas operações possuem laudos técnicos que garantem a estabilidade das operações, e que esses relatórios são encaminhados aos órgãos fiscalizadores.

 

Categoria: Muriaé, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Nível do Rio Muriaé está baixando, informa Defesa Civil

Publicado em 04/12/2018 às 10h17

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) informa que o nível do Rio Muriaé está com escoamento rápido.

Após ter atingido o ápice às 3h, quando chegou a 2m, o nível começou a diminuir de maneira considerável. No momento se encontra em 1,73m - entre o período chuvoso (de outubro e março), a variação de seu nível é de 1,00m a 1,20m. 

A COMPDEC informa também que não há previsão de chuva para esta terça, quarta e quinta-feira na cidade, o que facilita o escoamento do Rio Muriaé.

A Defesa Civil está em constante monitoramento da previsão climática, de encostas e também dos níveis dos rios Muriaé e Preto. A população pode entrar em contato com o órgão pelos telefones 199 e 98826-9846 e também acompanhar pelo Facebook/CompedcMuriaé.

Categoria: Muriaé, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Zé da Luz na estrada: Energisa alerta sobre cuidados com a rede elétrica

Publicado em 12/11/2018 às 15h12

Com orientações importantes sobre os riscos e perigos de se aproximar da rede elétrica, o projeto ‘Zé da Luz na Escola’ da Energisa está na estrada. Em outubro, mais de 700 crianças assistiram à peça teatral ‘Segurança Sempre’, conduzida pelo Grupo Pera, com o objetivo conscientizar crianças, adolescentes e adultos sobre os riscos e perigos de se aproximar da rede elétrica, reforçando que a segurança deve estar sempre em primeiro lugar.

Neste mês de novembro, o projeto visitará mais três cidades de Minas. As escolas visitadas serão:

  •         Centro Educacional Municipal 2000, em Pirapetinga, no dia 12 de novembro;
  •         Escola Municipal Albertina Lima da Costa Duarte, em Visconde do Rio Branco, no dia 26 de novembro; e
  •         Escola Municipal Professora Stela Fidelis, em Muriaé, no dia 28 de novembro.

Este ano, o projeto Zé da Luz na Escola já percorreu 34 escolas da área de concessão da Energisa Minas Gerais, beneficiando mais de 10 mil alunos. Fique atento você também e siga as orientações da Energisa, repasse aos filhos, amigos e parentes e evite acidentes:

  •         materiais metálicos como escadas, barras de ferro, arames, trilhos de cortina, antenas devem ficar longe da rede elétrica;
  •         nada pode ser construído próximo à rede elétrica;
  •         aparelhos elétricos devem ficar longe de locais molhados;
  •         fique longe de fios caídos;
  •         remendos em fios podem causar choque.

Ao soltar pipas:

  •         escolha lugares abertos, longe da rede elétrica, como campos de futebol e parques;
  •         nunca tente retirar pipa enrolada em fios elétricos;
  •         jamais use cerol. O uso do cerol pode se transformar em uma arma. Ele deixa as linhas das pipas como uma lâmina afiada, o que pode machucar pessoas, causar mortes e romper os fios com mais facilidade.
  •         não use papel alumínio ou fios metálicos para fazer a sua pipa. Esses materiais conduzem energia elétrica com mais facilidade e provocam choques e curto-circuito.

Veja outras notícias em nosso site: www.energisa.com.br e acompanhe a Energisa nas redes sociais: Facebook e Twitter.

Categoria: Minas Gerais, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Defesa Civil alerta para possibilidade de chuvas nesta quinta-feira

Publicado em 25/10/2018 às 15h57

A Defesa Civil alerta para a possibilidade de chuvas fortes para a tarde desta quinta-feira, 25 na zona urbana de Muriaé. De acordo com Boletim divulgado na manhã de hoje, há chances de 90% de chuvas nos períodos de tarde e noite. A Umidade relativa do ar é de 91% e o volume estimado é de 25mm. O acumulado das últimas 72 horas soma 2,7 mm e durante todo o mês de Outubro choveu o acumulado de cerca de 3,9 mm.

A previsão de chuvas se mantém até sábado, 27.

Categoria: Mundo, Região
Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull|||login news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||