Educação

Projeto ‘Escola Mais Consciente’ visitará instituições de ensino de Muriaé

Publicado em 16/04/2019 às 09h09

Esquadrão Demsur e Lili e Mocotó levarão conscientização ambiental aos alunos da Educação Infantil

A missão do projeto ‘Escola Mais Consciente’, lançado pela Prefeitura de Muriaé, através do Departamento de Saneamento Urbano, é promover educação ambiental dentro das instituições de ensino, levando diversão e interatividade. A primeira ação foi realizada na última semana, quinta-feira (11), na Escola Municipal Dr. Antônio Canêdo, localizada na Praça São Paulo, com a participação do Esquadrão Demsur.

Com muita criatividade e entretenimento, as mascotes, Dé, Sú, Goto e Lilico, fizeram a alegria da criançada, no encerramento do turno vespertino. Também distribuíram panfletos educativos sobre limpeza urbana, destacando os serviços de Coleta Seletiva e o Cata Treco.

Hoje, segunda-feira (15), será a vez dos palhaços Lili e Mocotó irem à escola Antônio Canêdo para uma apresentação especial, que incluirá números circenses e teatro com importantes dicas de como os pequenos podem ajudar a preservar o meio ambiente.

 O projeto

O “Escola Mais Consciente” será desenvolvido com alunos da Educação Infantil (até o 5º ano) de instituições da rede pública e privada de Muriaé. A cada semana o Esquadrão Demsur visitará uma escola diferente e, na semana seguinte, o mesmo colégio recebe os palhaços Lili e Mocotó para uma sequência do trabalho.

Como participar

O Demsur já entrou em contato com dezenas de escolas da cidade. As instituições interessadas em participar do projeto e, que ainda não receberam o contato da autarquia, podem realizar a solicitação, bem como obter mais informações e detalhes, ligando para o Setor de Planejamento. O atendimento é oferecido de segunda à sexta-feira, no horário de 8h30 às 11h e de 13h30 às 16h.

Serviço:

Visita do Esquadrão Demsur às escolas municipais e particulares para levar conscientização ambiental

Telefone de contato: 3696-3450 – ramal 3463 – falar com Júlia Scoparo

Visita em instituições de ensino: de segunda à sexta-feira

Horário: 8h30 às 11h e de 13h30 às 16h.

Obs.: Agende uma visita à sua instituição.

 

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Neste sábado tem banda Santíssima Trindade na Praça João Pinheiro

Publicado em 12/04/2019 às 16h20

Banda Itinerante se apresenta amanhã, às 20h, ao lado do coreto. Projeto visa oferecer música de qualidade para muriaeenses

Com repertório variado, a banda musical Santíssima Trindade (Itinerante) se apresentará amanhã, sábado, por volta de 20h, na Praça João Pinheiro (ao lado do coreto). O evento, que tem apoio da Prefeitura, está sendo organizado pela Fundarte para oferecer música de qualidade para os muriaeenses. A banda toca MPB, rock e o estilo fanfarra.

Composta por cerca de 50 músicos, a Santíssima Trindade faz arranjos com sucessos de artistas consagrados como John Lenon, Paul Maccartney, Raul Seixas, Elvis Presley, Freddie Mercury, Beatles, Abba e Jota Quest.

O grupo é de Ponte Nova (MG) e desenvolve um trabalho artístico, musical e de cunho social. Os integrantes são voluntários e dividem o tempo entre a banda e um projeto social que oferece aulas de música para crianças de 7 a 12 anos. A apresentação em Muriaé está inserida no Projeto ‘Banda Itinerante’ aprovado pelo Ministério da Cidadania (Lei Rouanet).

Serviço:

Banda Musical Santíssima Trindade – Banda Itinerante

Dia: 13 de abril - sábado

Hora: 20 horas

Local: Praça João Pinheiro – ao lado do coreto

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Vestibular de Medicina UNIFAMINAS

Publicado em 11/04/2019 às 15h23

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo 2019/2 da Faculdade de Minas - FAMINAS-BH e do Centro Universitário UNIFAMINAS Muriaé.

Para o Vestibular Unificado de Medicina, o candidato poderá efetuar mais de uma inscrição e realizar apenas uma prova para concorrer as vagas oferecidas pela  Faculdade de Minas - FAMINAS-BH e o Centro Universitário UNIFAMINAS Muriaé. As inscrições podem ser realizadas no período de 03 de abril de 2019 até às 18h do dia 31 de maio de 2019
A prova do processo seletivo, será realizada no dia 08 de junho, no horário das 13h às 18h, e acontece simultaneamente nas cidades de Belo Horizonte/MG e Muriaé/MG.

Para mais informações, entre em contato pelo telefone (32) 3729-7528 ou pelo e-mail vestibularunificado@faminas.edu.br

 

Categoria: Muriaé, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Alunas ensinam porteiro da escola e ele passa na faculdade em Vitória (ES)

Publicado em 10/04/2019 às 08h05

Com a ajuda de alunos e professores de uma escola onde o porteiro Ozeilto Barbosa de Oliveira trabalha, ele pôde voltar a estudar e entrar na faculdade, após mais de duas décadas sem estudar.

O porteiro de 43 anos fez o pré-vestibular e o Enem em 2018, e com a ajuda dos estudantes e docentes do Centro Educacional Charles Darwin, em Jardim da Penha, Vitória (ES), conseguiu ingressar na faculdade, onde vai fazer o curso de Enfermagem. Ozeilto obteve uma bolsa de 100% pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). Admitido pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ele foi chamado para iniciar o curso no segundo semestre deste ano. “Eu fiquei muito feliz, vou realizar meu sonho e dar uma vida mais digna para minha família”.

Ozeilto também havia sido chamado por uma faculdade particular de Vila Velha, mas sem condições de pagar a mensalidade, não chegou a fazer a matrícula no curso.

O recém-ingressante em enfermagem trabalha na portaria do Centro Educacional Charles Darwin há quase uma década, onde recebeu da equipe de professores o convite para voltar à estudar. “Uma secretária da escola chegou para mim e falou: “Ozeilto, que tal você voltar a estudar?” Eu falei logo que não, mas ela insistiu e me apresentou o EJA (Educação de Jovens e Adultos)”, explicou.

Ele só havia chegado ao quarto ano do ensino fundamental, mas no ano passado terminou o ensino médio e fez pré-vestibular no Centro à noite, com bolsa integral. “A convivência com os alunos e o ambiente escolar despertaram em mim a vontade de estudar”. No intervalo entre as aulas, ele se encontrava com os alunos para tirar dúvidas em algumas questões.

As alunas Débora Lopes, 19, Bárbara Rocha, 20, e Ramona Uliana, 21, estiveram por perto de Ozeilto durante todo o tempo de preparação até a prova do Enem. Elas passaram a apelidá-lo carinhosamente de “Ozê”.

Ozê parou de estudar aos 16 anos quando se tornou pai pela primeira vez, na Bahia. Mudou-se para o Espírito Santo alguns anos depois em busca de uma oportunidade de emprego, e agora tem três filhos e dois netos. “Logo que cheguei aqui, catei até latinha e não tenho vergonha de falar. Tenho orgulho da minha história, eu sou um sonhador”.

As alunas que ajudaram Ozê a se formar e entrar na faculdade contaram um pouco sobre o porteiro. “É uma inspiração para nós, sempre estava com um sorriso no rosto”, disse Ramona Uliana. “Eu lembro de ter o ajudado em Matemática”, contou Débora Lopes. A jovem afirma que o porteiro sempre foi muito curioso e interessado. “A gente via ele todo dia com a apostila na mão lendo ou fazendo exercícios”.

O trio deseja fazer Medicina e acham que a área da saúde também combina com Ozê. “Ele é afetivo, olha para cada um de forma individual e cumprimenta os alunos pelo nome. A gente reclama por pouco, somos privilegiadas por estudar na juventude. Ele só conseguiu agora”, revelou Bárbara Rocha.

Fonte: Razões para Acreditar

Categoria: Geral
Comentários (0) e Compartilhar

Semana “Saúde na Escola” aborda importância da vacinação

Publicado em 09/04/2019 às 08h29

Ações envolverão estudantes, professores e funcionários para alertar sobre a necessidade de manter a caderneta de vacinação atualizada

Entre os dias 8 e 12 de abril, os estudantes de mais de 91 mil escolas espalhadas em todo o país realizarão atividades relacionadas à importância da imunização e do autocuidado. O assunto é o tema da Semana Saúde na Escola 2019, realizada anualmente pelo Ministério da Saúde, em parceria com o Ministério da Educação. O tema está alinhado com a prioridade do Governo Federal de fortalecer a vigilância para aumentar a cobertura vacinal no país. 

“A imunização é um direito das crianças e adolescentes e o Programa Saúde na Escola estimula que as equipes das unidades de saúde e das escolas realizem atividades para promover que os escolares tenham esse direito garantido”, enfatizou Michele Lessa, Coordenadora-Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde.

Na semana, as equipes de saúde e educação trabalharão juntas para informar e desenvolver ações de prevenção à saúde envolvendo os estudantes, professores, pais e funcionários. Além de apresentar o que são as vacinas, para que servem e a importância delas para a saúde, as atividades sensibilizam a comunidade sobre a importância de manter a caderneta de vacinação atualizada. Também será trabalhada a importância da vigilância em saúde por todo o ano. “A conscientização é essencial, já que doenças como rubéola, caxumba e sarampo, por exemplo, causam impacto, não só na saúde, mas também na frequência escolar”, completou Michele Lessa.

Criado em 2007, o Programa Saúde na Escola é uma iniciativa dos Ministérios da Saúde e da Educação (MEC). Desde 2012, quando foi instituída, a semana já abordou alimentação saudável, combate ao Aedes aegypti, práticas corporais e saúde ocular. O investimento anual do Governo Federal no último ciclo do PSE foi de R$ 89 milhões. Mais de 95% dos municípios brasileiros aderiram ao Programa. As ações envolvem um universo de 22 milhões de estudantes de 91.659 escolas e todas as equipes da atenção básica do SUS.

IMUNIZAÇÃO E VACINAÇÃO

O atual governo iniciou a gestão com taxas de imunização muito baixas, que no geral vêm caindo ano a ano, até chegarem a perto de 80% no ano passado, patamar longe da meta de, no mínimo, 95% na maioria das vacinas. Por isso, pela primeira vez, o Governo Federal estabeleceu a vigilância e vacinação como meta prioritária de governo.

Categoria: Minas Gerais
Comentários (0) e Compartilhar

Olimpíadas do conhecimento transformam vida de estudante de escola pública do Paraná

Publicado em 05/04/2019 às 18h15

“As olimpíadas geram um crescimento intelectual, acadêmico e pessoal gigantescos”, afirma o estudante Gustavo Palote.

“É transformador passar a gostar do conhecimento e ver o quanto ele pode te levar longe.” Gustavo Palote, 17 anos, fez toda sua formação em escolas públicas, em Londrina, Paraná. Ele estava no 7º ano quando teve sua primeira experiência em olimpíadas do conhecimento, na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas. Ganhou menção honrosa e tomou gosto pelas olimpíadas.

No 9º ano, Gustavo participou novamente da OBMEP e, desta vez, ganhou uma medalha de bronze. A conquista deu a Gustavo a oportunidade de participar do Programa de Iniciação Científica Júnior da OBMEP. “Uma oportunidade que mudou minha vida. Acredito que foi um ‘divisor de águas’”, afirma.

Ele passou a gostar mais de matemática – pesadelo para muitos estudantes, inclusive para o redator rs – e se divertir com ela. Dali em diante, o estudante conheceu outras olimpíadas do conhecimento e participava de todas sempre que podia. A Olimpíada Brasileira de Linguística é uma das que mais marcou Gustavo.

“Meu foco até então estava na matemática. A OBL abriu muito a mente pra compreender uma variedade inimaginável de assuntos. Foi muito interessante ver algo tão diferente e inovador, como aqueles problemas autossuficientes que tinham nas provas. As experiências que tive depois só foram melhorando”, lembra.

Gustavo levou o 1º lugar na primeira edição da Olimpíada Brasileira de Linguística, em Brasília, e foi classificado para a fase internacional, em Dublin, Irlanda. Foi a primeira experiência internacional de Gustavo, que ganhou menção honrosa.

No ano seguinte, ele se inscreveu novamente para a edição nacional, e também chegou até a fase internacional, em Praga, República Tcheca. Gustavo ganhou duas medalhas de bronze: por desempenho individual e em equipe. Na prova individual, os competidores precisavam responder questões em idiomas como o Quimbundo, falado na região de Angola, o Birom (Nigéria) e o Madak (Papua Nova Guiné). Nas provas em grupo, as equipes responderam questões sobre o idioma indonésio.

“Conhecer pessoas do mundo todo, poder estar em contato com diversas culturas, discutir coisas incríveis com pessoas de diversos países… Acredito que todas essas experiências me ajudaram a entender que o mundo é muito vasto. Existe muito mais do que vemos numa sala de aula durante algumas horas do dia”, afirma Gustavo, que também já participou das Olimpíadas de Física e Geografia.

Agora, Gustavo se prepara para a OBL 2019, em São Carlos, São Paulo. O Instituto Vertere é um dos apoiadores da OBL e ajuda estudantes como Gustavo, com poucos recursos financeiros, a arcar com despesas de transporte (terrestre e aéreo), hospedagem e alimentação. Tanto para a fase nacional quanto para a fase internacional, que este ano será na Coreia do Sul.

“Pretendo sim participar da olimpíada em São Carlos, e adoraria ter a oportunidade de ir para a fase internacional.”

Por causa do cenário econômico, o Instituto não conseguiu patrocínio para custear as despesas dos estudantes. Por isso, criou uma vaquinha online no site Kickante para arrecadar fundos e levar os estudantes à fase nacional e internacional da competição da OBL. Clique aqui para apoiar os sonhos de Gustavo e de outros estudantes brilhantes.

Fonte: Razões para Acreditar

 

Comentários (0) e Compartilhar

Escola Municipal Sérgio Lúcio recebe limpeza e melhorias

Publicado em 04/04/2019 às 18h52

Entre as intervenções estão capina, caiação e cercamento na instituição localizada em Pirapanema

A Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Ministério Público e Poder Judiciário, realizou limpeza e melhorias na Escola Municipal Sérgio Lúcio Fernandes do Amaral, localizada na comunidade conhecida como Estiva, na área rural do distrito de Pirapanema. A instituição recebeu capina, roçagem, caiação e foi toda cercada.

O trabalho foi executado em cinco dias - sendo finalizado na terça-feira (2) - pelos apenados que cumprem penas por meio da prestação de serviços na administração pública em prol da comunidade.

Entre as intervenções no local estão capina e roçada para retirada de mato alto, que estava ocasionando a proliferação de animais peçonhentos e insetos; caição e cercamento de toda a área da escola, proporcionando mais segurança para funcionários a alunos quanto à possível invasão de animais de grande porte, como bois e cavalos, por exemplo. O serviço se estendeu para a antiga Escola Agrícola, que fica próximo à Escola Municipal Sérgio Lúcio.

“Temos preocupação e atenção com todas as escolas, seja as localizadas na área urbana ou as da área rural. Esse trabalho foi muito importante para que nossos alunos tenham uma escola limpa. Esta é uma parceria que está dando certo e os resultados têm sido muito satisfatórios”, afirma a secretária Municipal de Educação, Maria da Conceição Rodrigues de Souza, a Nininha.

A próxima a receber o serviço de capina e roçagem é a Escola Municipal Joaquim Ribeiro de Carvalho (Caic), no Encoberta. Outras escolas também recebem melhorias constantes da Prefeitura, como conserto de telhado, pintura, ampliação, reforma, entre outras. O objetivo é proporcionar ambiente mais confortável e seguro para estudantes e equipe escolar.

 

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Queniano é eleito melhor professor do mundo: doa 80% do salário para pobres

Publicado em 25/03/2019 às 10h05

E o melhor professor do mundo é um queniano que doa 80% de seu salário para os pobres na remota aldeia de Pwani, no Quênia.

O frade francisco e professor Peter Tabichi ganhou um milhão de dólares neste domingo, 24, e na escola em que ele dá aulas, existe apenas um computador e acesso à internet de má qualidade.

Tabichi ensina ciência para estudantes do ensino médio na aldeia semi-árida de Pwani, onde quase um terço das crianças são órfãs ou têm apenas um dos pais.

A entrega do anual Global Teacher Prize foi no Atlantis Hotel, em Dubai, em uma cerimônia apresentada pelo ator Hugh Jackman.

Tabichi que recebeu o prêmio com a túnica franciscana, disse que o mais distante que ele viajou antes disso foi para Uganda.  A  ida para Dubai marcou sua primeira vez em um avião.

“Eu me sinto ótimo. Eu não posso acreditar. Eu me sinto muito feliz por estar entre os melhores professores do mundo, sendo o melhor do mundo”, disse ele à Associated Press após sua vitória.

O queniano superou outros nove candidatos, dentre eles a professora brasileira Débora Garofalo, que ensina robótica na Escola Ary Parreiras, na periferia de São Paulo.

Outro brasileiro, o pernambucano Jayse Ferreira, também figurou na lista dos 50 melhores professores do mundo.

 

Prêmio para escola

Ele disse que a escola não tem biblioteca nem laboratório. Ele planeja usar o milhão de dólares de sua vitória para melhorar a escola e alimentar os pobres.

Apesar dos obstáculos que os alunos de Tabichi enfrentam, ele é creditado por ajudar muitos a permanecer na escola, qualificar para competições internacionais em ciência e engenharia e ir para a faculdade.

“Sempre que eu reflito sobre os desafios que eles enfrentam, eu derramo lágrimas”, disse ele sobre seus alunos, acrescentando que sua vitória vai ajudar a dar-lhes confiança.

O presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, disse em um comunicado que a história de Tabichi “é a história da África e esperança para as gerações futuras”.

Como membro da irmandade católica romana, Tabichi usava uma túnica marrom até o chão para receber o prêmio apresentado pelo príncipe herdeiro de Dubai Sheikh Hamdan bin Mohammed bin Rashid Al Maktoum.

O prémio é distribuído pela Fundação Varkey, cujo fundador, Sunny Varkey, criou a empresa GEMS Education, com fins lucrativos, que administra 55 escolas no Emirados Árabes Unidos, Egito e Catar.

Em seu discurso, Tabichi disse que sua mãe morreu quando ele tinha apenas 11 anos de idade, deixando seu pai, um professor de escola primária, com o trabalho de criar ele e seus irmãos sozinhos.

Tabichi agradeceu a seu pai por ensinar valores cristãos para ele e então apontou para o pai na plateia, convidou-o para subir ao palco e entregou-lhe o prêmio para segurar, o local se encheu de aplausos da plateia.

“Esta noite foi incrivelmente emocionante, muito comovente”, disse Hugh Jackman à AP depois de apresentar a cerimônia e tocar números musicais de seu filme The Greatest Showman.

“Foi uma grande honra, uma emoção estar aqui e a noite foi cheia de um espírito realmente puro ”, acrescentou.

Tabichi foi selecionado entre dez mil candidatos.

O vencedor é selecionado por comitês compostos por professores, jornalistas, funcionários, empresários, líderes empresariais e cientistas.

No ano passado, um professor de arte britânico foi premiado por seu trabalho em um dos lugares mais etnicamente diversos no país. Seu trabalho foi apontado pelos alunos por ser responsável por se sentiremm bem-vindos e seguros em um bairro com altas taxas de homicídios.

Outros vencedores incluem um professor canadense por seu trabalho com alunos indígenas em uma aldeia isolada do Ártico, onde as taxas de suicídio são altas, e uma professora palestina por seu trabalho em ajudar crianças refugiadas na Cisjordânia traumatizadas por violência.

O primeiro vencedor em 2015 foi um professor do Maine que fundou uma organização sem fins lucrativos para desenvolver e disseminar novos métodos de ensino.

Com informações Estadão
Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

Fonte: Só Notícia Boa

Categoria: Dicas, Geral
Comentários (0) e Compartilhar

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Sebrae Educação Empreendedora

Publicado em 21/03/2019 às 09h34

Inscrições abertas para o Prêmio Sebrae Educação Empreendedora

O Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora tem como objetivo identificar, estimular, reconhecer e divulgar as melhores práticas da educação empreendedora no Brasil em quatro categorias: ensino fundamental, médio, técnico e superior, cujo relato sirva como referência para outros profissionais de educação ou instituições de ensino.

Serão selecionados e reconhecidos os profissionais responsáveis, como por exemplo: reitores, diretores, coordenadores, professores, secretários de educação municipal, estadual ou outros profissionais envolvidos com o ensino formal, por iniciativas que sirvam para desenvolver, aperfeiçoar ou fomentar um comportamento empreendedor nos alunos das instituições de ensino em que atuam.

INSCRIÇÕES DE 1 DE JANEIRO DE 2019 A 26 DE ABRIL DE 2019

Categoria: Geral
Comentários (0) e Compartilhar

Prefeitura lança edital de processo seletivo para Programa “Novo Mais Educação”

Publicado em 08/03/2019 às 08h33

Inscrições devem ser feitas até 18 de março; há oportunidades para voluntário mediador e voluntário facilitador

A Prefeitura de Muriaé está com edital de processo seletivo aberto para formação de cadastro de reserva de vagas do Programa “Novo Mais Educação” para o ano letivo de 2019. Há oportunidades para voluntário mediador e voluntário facilitador.

As inscrições devem ser feitas até 18 de março, pela internet (no link https://goo.gl/Fjpg3y). O edital pode ser consultado no site da Prefeitura (www.muriae.mg.gov.br, link “Cidadão”, aba “Concursos e Processos Seletivos”, opção “Secretaria Municipal de Educação”). A classificação definitiva será divulgada dia 22 deste mês.

O processo seletivo terá validade de 180 dias, a contar da data de homologação do resultado final, permitindo a prorrogação por igual período.

O “Novo Mais Educação” é uma estratégia do Ministério da Educação para melhorar a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática no Ensino Fundamental, por meio da ampliação da jornada escolar de crianças e adolescentes, mediante a complementação da carga horária de 15 horas semanais no contraturno escolar.

 

Vagas - As vagas de voluntariado mediador são destinadas para professores com pós-graduação em Educação, professores formados em Pedagogia, professores formados em Curso de Magistério e estudantes do Curso de Pedagogia.

Responsável pelas atividades de acompanhamento pedagógico, o voluntário mediador trabalha de forma articulada com os professores da escola para promover a aprendizagem dos alunos em Matemática e Língua Portuguesa. Eles têm direito a receber um custeio para ressarcimento de despesas com transporte e alimentação no valor mensal de R$150,00 por turma.

Já voluntário facilitador é o responsável pela realização de atividades de livre escolha da escola nos campos das artes, cultura, esporte e lazer. Para este cargo, as vagas são destinadas para professores com pós-graduação em Educação ou área correlata à pretendida, profissionais com curso de Licenciatura em área correspondente à pretendida, estudantes em área relacionada à pretendida e educadores populares com experiência em Educação Integral, especialmente na área análoga à pretendida. O custeio para o ressarcimento de despesas com transporte e alimentação mensal é de R$80,00 por turma.

Vale lembrar que o serviço voluntário não gera remuneração, vínculo empregatício, nem obrigações de natureza trabalhista, previdenciária ou afim.

 

Serviço

Processo seletivo para Programa “Novo Mais Educação”:

Período de inscrições: até 18 de março

Endereço: https://goo.gl/Fjpg3y

Edital: www.muriae.mg.gov.br, link “Cidadão”, aba “Concursos e Processos Seletivos”, opção “Secretaria Municipal de Educação”

Há oportunidades para voluntário mediador e voluntário facilitador

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull|||login news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||