Educação

Dia do Muriaeense terá salto de paraquedistas do Exército

Publicado em 31/08/2018 às 16h22

Evento inédito promovido pela Prefeitura e Exército tem objetivo de parabenizar muriaeenses pela data; salto acontecerá quinta-feira, às 14h, no Rodrigão

 

Em comemoração ao Dia do Muriaeense, os paraquedistas do Exército farão, pela primeira vez em Muriaé, um salto na próxima quinta-feira (6), às 14h, no campo do Ginásio Poliesportivo Rodrigo Flores de Abreu “Rodrigão”. Promovida pela Prefeitura, em parceria com o Exército Brasileiro, a iniciativa inédita tem o objetivo de parabenizar os muriaeenses pela data, proporcionando ao público um espetáculo no céu.                    

O salto contará com a participação de onze militares da equipe Os Cometas, pertencente ao Comando da Brigada de Infantaria Paraquedista do Rio de Janeiro, sendo dez paraquedistas e um piloto.

A Prefeitura e o Exército convidam todos os muriaeenses e pessoas da região para assistirem ao salto. A entrada é gratuita. Haverá ainda atrações para as crianças, como pula-pula e distribuição de pipoca, algodão-doce e picolé.

 

Serviço

Salto de paraquedistas do Exército:

Data: 6 de setembro (quinta-feira)

Horário: 14h

Local: campo do Ginásio Poliesportivo Rodrigo Flores de Abreu “Rodrigão”

Haverá atrações para as crianças, como pula-pula e distribuição de pipoca, algodão-doce e picolé

Entrada gratuita

Foto: Arquivo Exército/Os Cometas

 

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Profissionais da Educação participam de palestra com renomado especialista em didática

Publicado em 31/08/2018 às 15h55

Evento promovido pela FASM com apoio da Prefeitura reuniu centenas de pessoas; objetivo foi oferecer novos conhecimentos para aprimorar ensino oferecido aos alunos

Diretores, pedagogos e professores do Ensino Fundamental I e do 6º ao 9º ano das disciplinas de Matemática e Ciências da rede municipal de ensino estiveram presentes na palestra “A construção interativa do conhecimento em busca do desenvolvimento das competências matemáticas”, ministrada pelo renomado professor Vasco Moretto. Promovido pela Faculdade Santa Marcelina (FASM) com apoio da Prefeitura, o evento aconteceu na noite de quarta-feira (29), no anfiteatro do Colégio Santa Marcelina. A ação discutiu sobre novas mudanças na educação brasileira, a fim de aprimorar o ensino oferecido aos alunos.

Com 58 anos de profissão, o professor Vasco Moretto é licenciado em Física, mestre em Didática das Ciências pela Universidade Laval, Canadá, especialista em Avaliação Institucional pela Universidade Católica de Brasília e autor de diversos livros. Sua palestra está inserida na programação do IV Simpósio Regional de Pedagogia “Uma nova visão de Educação e a BNCC”, realizado pela FASM.  “O objetivo desse encontro foi conversar com os professores sobre o novo modelo da educação brasileira, a fim de melhorar o nível de aprendizado. Queremos professores competentes para formar alunos competentes, e buscar esta competência é a meta de cada professor”, diz.

Cerca de 230 profissionais da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer participaram da palestra. “Todo conhecimento adquirido agrega valor ao nosso trabalho em sala de aula, principalmente essa forma de trabalhar interagindo conteúdos. Percebemos que muitos alunos têm dificuldade em matemática, por isso a palestra foi importante, pois nos apresentou dicas para facilitar o desenvolvimento e aprendizado dos alunos nesta disciplina”, conta a professora Kênia Garbelini.

 

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Prefeitura assina contrato para construção de nova escola em Vermelho

Publicado em 31/08/2018 às 15h15
Obra será destinada a crianças do Nova Muriaé e do Vermelho II; objetivo é oferecer mais conforto e segurança para estudantes
 
Os residenciais Nova Muriaé e Vermelho II, situados no distrito do Vermelho, vão ganhar em breve com uma escola. O contrato para a construção da nova unidade foi assinado na última terça-feira, na agência central da Caixa em Muriaé. Além de mais conforto, o objetivo da Prefeitura é oferecer segurança para as crianças de ambas as comunidades, evitando que precisem atravessar a rodovia para chegarem à sala de aula.
 
A escola será construída em área localizada entre os dois conjuntos habitacionais. A primeira etapa dos trabalhos consiste no serviço de terraplenagem, com o nivelamento do terreno para que as obras de fundação sejam iniciadas. Em seguida, paralelamente à construção, o Demsur realizará a infraestrutura, com a instalação das redes de água, esgoto e drenagem pluvial. A previsão é que todas as atividades sejam concluídas em até 12 meses.
 
A construção da nova escola é uma das necessidades para que o residencial Vermelho II seja inaugurado sem sobrecarregar os serviços oferecidos no distrito. O conjunto é formado por 563 casas, o que significa que o local deverá ganhar mais de 2 mil novos habitantes quando as chaves forem entregues. Os números são ainda mais significativos quando somados aos do Nova Muriaé, que já conta com cerca de 1.200 moradores.
 
Nesse sentido, vale lembrar que a Prefeitura já deu início a outras obras para garantir a qualidade dos serviços. Entre elas, está a construção da nova estação de tratamento de esgoto, que será capaz de ampliar a capacidade de saneamento para toda a rede sanitária do distrito. Outra iniciativa em desenvolvimento é o Centro de Iniciação ao Esporte, que já caminha para entrar na fase de conclusão e irá ajudar a descobrir novos talentos em diversas modalidades esportivas.
Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Muriaeenses se apresentam durante encontro educacional em BH

Publicado em 28/08/2018 às 17h05

Grupo Força da Raça e crianças e adolescentes do SCFV da Prefeitura participaram de evento na Assembleia Legislativa

Integrantes do grupo muriaeense Força da Raça e crianças e adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Santa Terezinha e distrito de Vermelho, serviço da Prefeitura de Muriaé, participaram do Encontro de Educadores e Gestores de Minas Gerais, realizado na última sexta-feira (24), na Assembleia Legislativa, em Belo Horizonte. Eles puderam apresentar o trabalho desenvolvido nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) da cidade, onde as oficinas acontecem.

Criado em 2013, o “Força da Raça” surgiu como continuidade ao trabalho desenvolvido pelo Grupo Folclórico Santa Terezinha (GFST). Como as atividades e apresentações do GFST geralmente acontecem entre junho e agosto, os integrantes ficavam com tempo ocioso enquanto aguardavam o retorno dos ensaios. Já o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos funciona nos CRAS, oferecendo a crianças e jovens diversas atividades esportivas e culturais de forma gratuita.

Após a apresentação, eles receberam aplausos e convites de outras cinco cidades, além da Assembleia para outra atividade em novembro. Para a coordenadora do grupo, Shirley Melo, a participação no encontro, que contou com apoio da Prefeitura, foi uma oportunidade de mostrar as ações realizadas em Muriaé, levando cidadania às crianças e adolescentes do Serviço de Convivência e do “Força da Raça”.

Categoria: Minas Gerais, Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Professora de Escola de Macuco investe em projeto de leitura para melhorar aprendizado dos alunos

Publicado em 28/08/2018 às 16h09

A professora Sônia Demarque aplica com seus alunos do ensino fundamental na Escola Estadual Capitão Roberto José Ferreira, no distrito de Macuco, um projeto de desenvolvimento da capacidade cognitiva através da leitura, teatro e da música.

A professora trabalha o projeto, com culminância prevista para o mês de setembro, que consiste no incentivo à participação dos seus alunos em atividades individuais e coletivas, tais como, teatro, música, Contação de histórias, entre outras.

Para a educadora, o projeto vem surtindo efeito positivo e recebe apoio da direção da escola. “Cada história   contada, é uma conversa, onde procuro levá-los a refletir sobre o tema e assim trabalhar os valores. O projeto está em andamento, previsto o término para o final de setembro”, explica.

Além de dedicação em sala de aula e atividades extraclasse, a professora também investe seu tempo em casa na produção dos temas a serem trabalhados. “O que me deixa feliz é ver a felicidade estampada no rosto de cada um deles”, afirma.

Entre os livros já trabalhados está “A Pipa e Flor” de Rubens Alves.

 

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

Barão do Monte Alto: PM promove Aciso em Cachoeira Alegre.

Publicado em 23/08/2018 às 15h05

Foi realizada no sábado (18), uma Ação Cívico Social (Aciso), na comunidade de Cachoeira Alegre, distrito de Barão do Monte Alto, na escola Maria de Lourdes Rodrigues. Visando aprimorar a integração da PMMG com os moradores de Cachoeira Alegre os policiais militares do destacamento de Barão do Monte Alto com o apoio das autoridades municipais estão desenvolvendo varias ações sociais. Com o apoio do Proerd, Rocca, Assessoria de Comunicação do 47°BPM, assim como o Corpo de Bombeiros, as crianças puderam interagir com os portifólios descritos e receber palestras sobre diversos temas relacionados a segurança publica. O evento ainda contou com muita diversão, pula-pula, pipoca, algodão doce e as ilustres visitas do PM Amigo Legal e do Foguinho.

Categoria: Projetos, Região
Comentários (0) e Compartilhar

Universidades do Ceará terão recurso para prevenir e controlar a obesidade

Publicado em 21/08/2018 às 15h13

Recurso está previsto em chamada pública do Ministério da Saúde. Instituições devem realizar projetos na atenção básica sobre obesidade

As universidades públicas e privadas, sem fins lucrativos, do Ceará têm até o dia 16 de setembro para inscreverem projetos com ações de prevenção, diagnóstico e tratamento da obesidade no Sistema Único de Saúde. Uma chamada pública feita pelo Ministério da Saúde destinará até R$ 500 mil para o estado desenvolver ações de pesquisa, extensão e formação de trabalhadores na atenção básica, nível de atenção com capacidade para resolver 80% dos problemas de saúde do brasileiro. Em todo o Brasil, serão disponibilizados R$ 10 milhões, para 27 universidades selecionadas. O objetivo do Ministério é qualificar a assistência e o cuidado para a prevenção e controle da obesidade, que já afeta 18,9% da população adulta nas capitais brasileiras.

Os projetos deverão ter a duração de dois anos, contados a partir da data de assinatura da proposta, além de obedecer a requisitos técnicos descritos no Edital. A coordenadora de Alimentação e Nutrição, do Ministério da Saúde, Michele Lessa, considera a ação indispensável para qualificar o atendimento no SUS. “Esse edital é muito importante. Com esse incentivo, podemos levar aos rincões do país estratégias efetivas e inovadoras para o enfrentamento da obesidade”, enfatiza a coordenadora.

Os recursos para as Universidades foram determinados conforme análise de critérios socioeconômicos e geográficos, além da cobertura de equipes do Núcleo de Atenção à Saúde da Família na Atenção Básica (NASF-AB).  As instituições que atuam nos estados do Espírito Santo, Acre, Amapá, Alagoas, Roraima, Rondônia, Sergipe e o Distrito Federal, estão classificadas na faixa A, e receberão até R$ 250 mil. As que atuam no Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Goiás, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul, estão classificadas na faixa “B” e receberão até R$ 350 mil. O Ceará está entre os estados da faixa “C”, mesma faixa dos estados da Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Piauí, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Paraná, que terão disponível até R$ 500 mil.

A chamada pública está aberta no site do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico(CNPq), até o dia 16 de setembro de 2018. “A prevenção é uma das prioridades do Ministério da Saúde, pois é um dos principais meios para evitar o desenvolvimento de outras doenças”, ressaltou Michele Lessa.

MUDANÇA DE HÁBITOS CONTRA OBESIDADE

O incentivo para uma alimentação saudável e balanceada e a prática de atividades físicas é prioridade do Governo Federal. O Ministério da Saúde adotou internacionalmente metas para frear o crescimento do excesso de peso e obesidade no país. Durante o Encontro Regional para Enfrentamento da Obesidade Infantil, realizado em março, em Brasília, o país assumiu como compromisso deter o crescimento da obesidade na população adulta até 2019, por meio de políticas intersetoriais de saúde e segurança alimentar e nutricional; reduzir o consumo regular de refrigerante e suco artificial em pelo menos 30% na população adulta, até 2019; e ampliar em no mínimo de 17,8% o percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente até 2019.

Outra ação para a promoção da alimentação saudável foi a publicação do Guia Alimentar para a População Brasileira. Reconhecida mundialmente pela abordagem integral da promoção à nutrição adequada, a publicação orienta a população com recomendações sobre alimentação saudável e consumo de alimentos in natura ou minimamente processados. Em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA), o Ministério também conseguiu retirar mais de 17 mil toneladas de sódio dos alimentos processados em quatro anos. O país também incentiva a prática de atividades físicas por meio do Programa Academia da Saúde com mais 3.800 polos habilitados. 

Por Victor Maciel, da Agência Saúde

Categoria: Brasil
Comentários (0) e Compartilhar

A escada se lava de cima para baixo

Publicado em 20/08/2018 às 09h33

Por Celso Luiz Tracco

Uma das máximas na atividade empresarial é que "a escada se lava de cima para baixo". Ela faz analogia ao trabalho de uma assessoria contratada por determinada empresa que precisa de uma real transformação para sobreviver, pois o seu modelo de negócio está se deteriorando e ela não consegue, sozinha, se reerguer. Ou seja a "limpeza" tem de começar pela diretoria e ir descendo até chegar à base, degrau por degrau. Muitas vezes, o gestor da empresa, que teve sucesso no passado, não quer perceber que o seu tempo passou, que seus métodos são ultrapassados. Continua se agarrado ao seu posto de maneira monolítica. O gesto pode até ser nobre, poético, heroico, mas é inócuo e principalmente egocêntrico. Pensa em si mas não no bem comum.

Nas próximas eleições de outubro, o Brasil precisa começar a lavar a escada de cima para baixo. Uma verdadeira limpeza, com produtos bem fortes, daqueles que removem toda a sujeira. Certamente dará muito trabalho, será extenuante e precisaremos de muitas mãos. A escada do poder, cujo degrau mais alto é simbolizado pelo Palácio do Planalto, deveria ser de limpeza imaculada, porém, está imundo de tantos detritos, de tantos dejetos, de tantos restos de material velho e abandonado. Olhando bem de perto seu aspecto causa nojo e repulsa. Não adianta fazer uma limpeza assim por cima, leve, apenas para constar. Temos realmente de nos empenhar para eliminar toda a sujeira.

O melhor detergente para essa limpeza? O voto, o seu voto, o nosso voto! Quem deve limpar a escada? Sem dúvida, nós os eleitores. Apenas pela força do voto podemos começar a limpar a "principal escada" de nosso país. Esse deve ser um trabalho contínuo e com a participação de toda a sociedade, não pode ser reduzido a algumas pessoas ou grupos que se julgam "iluminados".

A empresa Brasil até que começou com ares de limpeza mas, com o passar do tempo, passou a ter uma propina aqui, um mensalão ali, pedaços de malas e roupas usadas para guardar dinheiro, porcentagens e nomeações espúrias em quase todos os departamentos. Privilégios, pensões, obras faraônicas paradas, indicações políticas (cabides de emprego). Foram tantas as ingerências, que a empresa ficou sem caixa para cumprir com os compromissos assumidos. Mas, o gestor não demite ninguém, ao contrário, aumenta ainda mais os gastos.

O gestor, sua diretoria e seus gerentes, querem manter os mesmos hábitos de sempre, não querem perder seus privilégios e, principalmente, não querem salvar a empresa. Que a nossa participação nas eleições saiba expulsar todos esses políticos que insistem em destruir a empresa Brasil.

*Celso Luiz Tracco é economista e autor do livro Às Margens do Ipiranga - a esperança em sobreviver numa sociedade desigual.

Categoria: Brasil, Geral
Comentários (0) e Compartilhar

Matrículas para Educação Infantil terão novas normas a partir de 2019

Publicado em 17/08/2018 às 15h04

Criança deve ter 6 anos até 31 de março para entrar no fundamental; Prefeitura está apresentando novas diretrizes da lei federal a profissionais da Educação de Muriaé

A partir de 2019, a data de 31 de março será o corte etário para matrícula na educação básica. As crianças deverão ter feito 6 anos até este dia do mês de março para ingressar no 1º ano do Ensino Fundamental. Em Muriaé, a Prefeitura está apresentando as novas diretrizes da lei federal a profissionais da Educação da cidade. A decisão deve ser observada por todos os sistemas de ensino, que abrangem, obrigatoriamente, tanto a rede pública quanto a privada.

As novas normas seguem decisão do Supremo Tribunal Federal, baseada na Lei 9.394, na Resolução do Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Básica nº 1 de 2010 e nº 6 de 2010, na Ação Declaratória de Constitucionalidade 17 e na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 292. No âmbito municipal, foi aprovada a Resolução nº 1 do Conselho Municipal de Educação, de 8 de agosto de 2018. “A partir do ano que vem, as matrículas das crianças da Educação Infantil deverão ser organizadas de maneira a respeitar o corte etário da data limite de 31 de março. As escolas terão que organizar a enturmação das crianças respeitando esta data”, frisa a secretária da pasta, Maria da Conceição Rodrigues, a Nininha. Já os alunos que estão cursando o 2º período da Educação Infantil em 2018 deverão concluir e ingressar no Ensino Fundamental em 2019, ficando a cargo dos pais ou responsáveis essa decisão.

Especialistas alegam que crianças com 5 anos não estão preparadas psicologicamente para ingressar no Ensino Fundamental. Eles defendem que a primeira infância – de zero a 6 anos incompletos – possui algumas especificidades que exigem um atendimento educacional com características próprias, com espaços adequados para brincar, experimentar e realizar atividades estruturadas, livres e espontâneas. Já no Ensino Fundamental, a educação segue uma estrutura mais rígida.

 

Categoria: Muriaé
Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull|||login news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||