Geral

Idoso recebe primeiro diploma da vida aos 91 anos: alfabetizado!

Publicado em 10/12/2018 às 09h10

Um sonho realizado aos 91 anos emocionou o idoso e ex-agricultor, Geraldo Nascimento Ribeiro, morador de um lar para idosos em Campos de Goytacazes, no Rio de Janeiro.

Ele recebeu na semana passada o tão esperado certificado de alfabetização com quase um século de vida. “Foi muito emocionante, ser homenageado é sempre bom. Há muitos anos eu não tinha contato com o estudo”, disse o idoso sobre o momento em que recebeu o diploma do Programa Brasil Alfabetizado.

Geraldo nasceu em Campos e há dois anos vive no Asilo Monsenhor Severino. Segundo funcionários do local, ele é um dos mais comunicativos idosos que estão na unidade e é também um dos mais velhos na instituição. “Ele é muito comunicativo, extrovertido, gosta muito de contar histórias, sempre participa das oficinas que oferecemos. É muito interessado e um ser-humano maravilhoso”, disse o coordenador do asilo, Frederico Araújo.

“Estudei um pouco em Campos na infância, mas trabalhei muito na área de oficina e com agricultura. Também morei no Rio de Janeiro e em Duque de Caxias”, contou.

Geraldo sabia ler e escrever um pouco antes de participar do programa de alfabetização, e diz que a partir de agora os novos conhecimentos vão ajudar em suas atividades diárias. “Eu gosto muito de ouvir rádio, vejo televisão também, mas prefiro rádio. Agora vou ler mais jornal, gosto de jornal”, disse enquanto mostrava o certificado e um jornal que publicou uma foto da cerimônia de entrega dos certificados.

Livros e Futebol

O idoso também explicou que sempre gostou de livros, principalmente sobre futebol, uma de suas paixões. “Eu já vivi em uma casa que tinha várias enciclopédias e livros. Um deles é sobre o futebol campista, que guardo comigo até hoje. Sempre olho ele e vou ler ainda mais. O futebol de Campos tem times centenários e uma história muito rica”, explicou e disse que torce para o Americano em Campos e para o Fluminense no Rio.

Segundo o secretário de Educação de Campos, Brand Arenari, a felicidade de Geraldo ao receber o certificado foi o ponto alto do evento, onde os mais de 200 formandos foram diplomados. “É uma honra poder fazer parte deste momento de conquista para os formandos e de lição de vida para todos nós. A alfabetização faz parte do processo de cidadania. Ao decifrar os códigos de leitura e escrita de uma sociedade ficamos mais inseridos nela. Nunca é tarde para o conhecimento”, frisou.

O Programa Brasil Alfabetizado, realizado em parceria entre o Governo Federal e a Prefeitura, atende pessoas a partir dos 15 anos, e segundo a Secretaria de Educação, a maioria dos participantes de Campos possui mais de 65 e mora na zona rural. “O PBA alfabetiza jovens e adultos que não tiveram chance de aprender a ler na infância e que, mesmo hoje, têm dificuldades de dar início à sua vida escolar frequentando uma unidade de ensino regular. Sua estrutura permite que a alfabetização chegue às pessoas em outros ambientes que não só a escola”, destacou a subsecretária de Projetos e Convênios da Secretaria, Joana Campinho.

Com informações do G1

Fonte: Só Notícia Boa

Categoria: Geral, Projetos
Comentários (0) e Compartilhar

Portugal aceita notas mais baixas do ENEM e leva brasileiros

Publicado em 05/11/2018 às 09h06

 

Portugal tem atraído cada vez mais estudantes brasileiros para Universidades renomadas. O motivo é simples:

Universidades tradicionais e reconhecidas de lá, que selecionam pela nota do ENEM, o Exame Nacional do Ensino Médio, exigem pontuação mais baixa que muitas universidades brasileiras. Mas é preciso ficar atento porque mesmo públicas, as instituições portuguesas cobram taxa de anuidade.

Experiência

“Fiz o Enem, mas não tinha cogitado vir para Portugal quando estava no ensino médio. Fui aprovada na UFRJ (federal do Rio de Janeiro), mas meu pai achou (a cidade) perigosa. Foi uma surpresa boa a aprovação aqui”, disse à Veja Ana Marcela, que está no 2.º ano de Engenharia Eletrotécnica. Para entrar na Universidade do Porto, a estudante paulista precisava de uma nota mínima de 120 pontos na escala portuguesa, o que corresponde a 600 no Enem.

Para a UFRJ, por exemplo, a nota de corte para o curso de Engenharia Eletrônica foi de 770 no ano passado. Além da prova, as instituições portuguesas também avaliam o histórico escolar dos candidatos. O Enem passou a ser utilizado como seleção pelas instituições portuguesas em 2014 e 1,2 mil brasileiros já foram aprovados para estudar no país europeu. Neste ano, são 35 universidades que adotam o exame. “Muitos jovens querem estudar fora do Brasil pela qualidade dos cursos e a experiência de uma nova cultura, uma troca com outras nacionalidades. Mas, para muitos, ainda parece uma realidade distante”, diz Edmilson Motta, coordenador do Colégio Etapa.

Em Direito, por exemplo, um dos cursos mais concorridos no Brasil, a nota de corte mínima do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) no ano passado foi de 676 pontos, na Universidade Estadual do Piauí (Uespi). Para estudar nas universidades de Lisboa, Porto ou de Algarve, a nota exigida é 600.

Como é 

Pontuação: A nota mínima necessária varia de acordo com o curso e instituição, mas a maioria exige 120 pontos na escala portuguesa (que varia de 0 a 200) e equivale a 600 pontos no Enem. Além disso, a maioria das universidades atribui pesos diferentes às provas do exame, valorizando o desempenho nas áreas relacionadas às que o aluno quer estudar.

Nomenclaturas: Em Portugal, o termo licenciatura se refere aos bacharelados. Mestrados integrados são cursos com cinco anos de duração, como Engenharias e Arquitetura. 

Anuidade: Apesar de serem públicas, as universidades portuguesas cobram anuidade de 1,5 mil euros a 7 mil euros – entre 6,3 mil a 29 mil reais.

Custo de Vida: Assim como no Brasil, cidades maiores e mais fortes turisticamente têm custo de vida mais alto em Portugal. Lisboa é onde moradia e alimentação são mais caras.

Com informações da Veja

Fonte: Só Notícia Boa

Categoria: Geral, Projetos
Comentários (0) e Compartilhar

Reforço escolar é um dos serviços mais buscados por mineiros na internet

Publicado em 01/11/2018 às 09h29

Professor particular fecha três alunos por mês com ajuda do GetNinjas

Em tempos de vestibular e ENEM, todo reforço é válido. Em Minas Gerais, os jovens levam o estudo bem a sério. Em 2016, três estudantes de Juiz de Fora ficaram entre os 77 que tiraram nota máxima na prova do ENEM. Não à toa, a categoria de Reforço Escolar foi uma das cinco mais buscadas no último semestre por mineiros no GetNinjas, maior plataforma de contratação de serviços do Brasil.

Há 4 anos no GetNinjas, Alex de Jesus, 35 anos, é professor particular de Química, Física e Matemática. Pelo aplicativo, ele fecha, em média, três alunos por mês. "É uma ótima forma de divulgar meu trabalho. Recebo vários pedidos por mês e estou muito feliz com o aplicativo", diz. São mais de 525 professores cadastrados na categoria Reforço Escolar em Minas Gerais. No último semestre, eles receberam cerca de 167 solicitações de alunos.

O GetNinjas está em mais de 3 mil cidades do Brasil e disponibiliza mais de 200 tipos de serviços na plataforma; são mais de 500 mil profissionais cadastrados. Em Minas Gerais, mais de 41 mil prestadores de serviço usam o aplicativo para encontrar clientes. No primeiro semestre do ano, eles receberam mais de 84 mil solicitações de serviço. No último ano, houve um aumento de 175% no número de profissionais inscritos no app.

Confira as cinco categorias mais buscadas por mineiros no primeiro semestre do ano no GetNinjas:

- Assistência Técnica para Celular;

- Reforço Escolar;

- Eventos com Buffet Completo;

- Diarista;

- Mudanças e carretos.

Sobre o GetNinjas
Disponível para Android, iOS e web, o GetNinjas (www.getninjas.com.br) é o maior aplicativo para contratação de serviços da América Latina. Em 2017, foi eleito pela Forbes Brasil como uma das empresas mais promissoras do Brasil. Em 2018, a startup foi listada no ranking das "100 startups to watch", resultado de uma parceria entre as revistas PEGN e Época Negócios e a Corp.vc. Atualmente, possui mais de 200 tipos de serviços disponíveis, entre eles estão profissionais das áreas de reformas, moda e beleza, assistência técnica, serviços domésticos, aulas, eventos, entre outros. A empresa, que recebeu R$ 47 milhões de aporte de fundos como Monashees, Kaszek e Tiger Group, já está presente em mais de 3 mil cidades do Brasil, registra cerca de 2,5 milhões de pedidos de serviços ao ano, e conta com mais de 500 mil profissionais cadastrados. O GetNinjas foi fundado em 2011 por Eduardo L'Hotellier, que atua como CEO - à frente das operações.

 

 
Categoria: Geral, Projetos
Comentários (0) e Compartilhar

Começaram hoje as inscrições para designação de professores em 2019

Publicado em 29/10/2018 às 16h30

Todas as etapas serão realizadas pela internet

Começou hoje a inscrição para designação de professores para o ano de 2019. Todas as etapas serão realizadas pelo site www.designaeducacao.mg.gov.br . De acordo com o cronograma, as inscrições poderão ser feitas até o dia 12 de novembro. No dia 20 de novembro será divulgada a lista preliminar e a correção ou alteração de dados, quando necessária, poderá ser feita de 21 a 27 de novembro. A lista definitiva será divulgada no dia 04 de dezembro. A Secretaria Estadual de Educação (SEE) aguarda posicionamento do governador do estado sobre as nomeações, ainda sem nenhuma mudança.

 

Categoria: Geral, Minas Gerais
Comentários (0) e Compartilhar

Nota do Enem será usada em processo de seleção para Cursos Técnicos Subsequentes do Coltec UFMG

Publicado em 24/10/2018 às 16h32

Modalidade é voltada a estudantes que já concluíram o Ensino Médio, em alternativa aos Cursos Técnicos Integrais


Até 30 de novembro, o Colégio Técnico (Coltec) da UFMG recebe inscrições para os Cursos Técnicos Subsequentes, voltados a pessoas que já concluíram o Ensino Médio ou que estão no último ano desta etapa de ensino. 

Para participar do processo seletivo o candidato deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) entre 2014 e 2018, cuja nota será utilizada no processo de seleção, e preencher formulário disponível no site da Comissão Permanente do Vestibular (Copeve) da UFMG. O valor da taxa de inscrição é de R$ 70. Mais informações pelo edital.

São duas opções de área: Desenvolvimento de Sistemas, com ênfase em programação para dispositivos móveis, e Biotecnologia, com ênfase em análises clínicas. Será ofertado um total de 72 vagas, com entrada em 2019 e aulas no período noturno. 

Os Cursos Técnicos Subsequentes do Coltec são gratuitos e passaram a ser ofertados neste ano como alternativa aos Cursos Integrais, em que os alunos cursam simultaneamente o Ensino Médio e o Ensino Técnico na instituição. Com duração de um ano e meio a dois anos, podem ser aproveitados por estudantes recém-concluintes do Ensino Médio ou por pessoas já inseridas no mercado de trabalho, que desejem aprimorar seus conhecimentos e qualificações profissionais.

Categoria: Geral, Minas Gerais
Comentários (0) e Compartilhar

A escada se lava de cima para baixo

Publicado em 20/08/2018 às 09h33

Por Celso Luiz Tracco

Uma das máximas na atividade empresarial é que "a escada se lava de cima para baixo". Ela faz analogia ao trabalho de uma assessoria contratada por determinada empresa que precisa de uma real transformação para sobreviver, pois o seu modelo de negócio está se deteriorando e ela não consegue, sozinha, se reerguer. Ou seja a "limpeza" tem de começar pela diretoria e ir descendo até chegar à base, degrau por degrau. Muitas vezes, o gestor da empresa, que teve sucesso no passado, não quer perceber que o seu tempo passou, que seus métodos são ultrapassados. Continua se agarrado ao seu posto de maneira monolítica. O gesto pode até ser nobre, poético, heroico, mas é inócuo e principalmente egocêntrico. Pensa em si mas não no bem comum.

Nas próximas eleições de outubro, o Brasil precisa começar a lavar a escada de cima para baixo. Uma verdadeira limpeza, com produtos bem fortes, daqueles que removem toda a sujeira. Certamente dará muito trabalho, será extenuante e precisaremos de muitas mãos. A escada do poder, cujo degrau mais alto é simbolizado pelo Palácio do Planalto, deveria ser de limpeza imaculada, porém, está imundo de tantos detritos, de tantos dejetos, de tantos restos de material velho e abandonado. Olhando bem de perto seu aspecto causa nojo e repulsa. Não adianta fazer uma limpeza assim por cima, leve, apenas para constar. Temos realmente de nos empenhar para eliminar toda a sujeira.

O melhor detergente para essa limpeza? O voto, o seu voto, o nosso voto! Quem deve limpar a escada? Sem dúvida, nós os eleitores. Apenas pela força do voto podemos começar a limpar a "principal escada" de nosso país. Esse deve ser um trabalho contínuo e com a participação de toda a sociedade, não pode ser reduzido a algumas pessoas ou grupos que se julgam "iluminados".

A empresa Brasil até que começou com ares de limpeza mas, com o passar do tempo, passou a ter uma propina aqui, um mensalão ali, pedaços de malas e roupas usadas para guardar dinheiro, porcentagens e nomeações espúrias em quase todos os departamentos. Privilégios, pensões, obras faraônicas paradas, indicações políticas (cabides de emprego). Foram tantas as ingerências, que a empresa ficou sem caixa para cumprir com os compromissos assumidos. Mas, o gestor não demite ninguém, ao contrário, aumenta ainda mais os gastos.

O gestor, sua diretoria e seus gerentes, querem manter os mesmos hábitos de sempre, não querem perder seus privilégios e, principalmente, não querem salvar a empresa. Que a nossa participação nas eleições saiba expulsar todos esses políticos que insistem em destruir a empresa Brasil.

*Celso Luiz Tracco é economista e autor do livro Às Margens do Ipiranga - a esperança em sobreviver numa sociedade desigual.

Categoria: Brasil, Geral
Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull|||login news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||