• Professor Elias Santos

Indiano transforma EPIs de hospitais em tijolos ecológicos



O descarte de máscaras de TNT se transformou em uma preocupação para o meio ambiente. De acordo com dados da Associação de Empresas de Limpeza Pública (Abrelpe), somente em junho, o descarte de hospitais aumentou 20%. A pesquisa ainda mostra que a geração média de lixo por pessoa infectada e internada para tratamento de Covid-19 é de 7,5 quilos por dia.

Então um jovem indiano, de 27 anos, viu nesses resíduos uma forma de reciclagem muito maravilhosa. Ele transformou as máscaras descartáveis e outros EPIs em tijolos!

Desai já fez diversos estudos e pesquisas, transformando lixo em produtos de valor. Ele já construiu, lâmpadas, lustres e pisos a partir de materiais recicláveis. Na Índia ele, inclusive, ganhou fama como “O Reciclador da Índia”.

O tijolos de EPI são compostos, basicamente, de máscaras e toucas descartáveis. Eles compõem 52% da matéria-prima. O restante é preenchido na proporção de 45% de resíduos de papel e 3% de aglutinante. Todo o processo demora 3 dias para ser finalizado, pois os tijolos são secos naturalmente.



Desai já publicou diversos conteúdos no perfil dele no Instagram, mostrando o processo de fabricação dos tijolos.

Ele conta que o tijolo de EPI é mais leve e é resistente à água, pragas e “retardador de fogo”, ou seja, menos inflamável.

O processo de fabricação do tijolo é semelhante, mas adicionei EPIs feitos de TNT (tecido não tecido), o que inclui máscaras, aventais e toucas. Comecei a experimentar o método em meu laboratório doméstico e logo fiz alguns na minha fábrica”, explica.

Agora Desai quer produzir o tijolo sustentável em escala comercial. Ele já está procurando parceiros para a coleta segura dos descartáveis em hospitais e shoppings. Para que tudo ocorra em segurança, o jovem criou uma caixa para servir como depósito, totalmente lacrada e com dispositivo que indica o limite.


Fonte: Razões para Acreditar