• Professor Elias Santos

Internautas salvam loja de idoso que fez apelo pelas redes sociais



O coração do brasileiro falou mais forte novamente. A loja do seu Youssef está recebendo pedidos de várias partes do país, depois que a foto dele viralizou nas redes sociais pedindo às pessoas para irem à loja da família, na Grande São Paulo.

Youssef é libanês, tem 91 anos e a loja de tecidos Aoun – que existe há 27 anos no Calçadão Dom Preto II, em Guarulhos – ficou mais de 3 meses com as portas fechadas por causa da pandemia.

Depois que da foto dele viralizou, a página da loja no Instagram conseguiu mais de 15 mil seguidores, em poucos dias e ele também ficou famoso na cidade.

“Ele foi ao banco e os funcionários o reconheceram, ele está até um pouco assustado com a repercussão. O telefone da loja não para de tocar. Temos pedidos do Rio de Janeiro e do Espírito Santo”, contou a filha do Sr. Youssef, Leila Aoun, em entrevista à Glamour Brasil.



E o interessante é que, mesmo nos dias mais difíceis, ele nunca perdeu a fé.

“Por conta da pandemia, ficou com a loja fechada, mas nunca perdeu a fé por dias melhores. Agora, com a retomada do comércio, ele está de volta com tecidos de qualidade e lindas estampas, inclusive para máscaras. Convidamos você a vir conhecer, levar um corte e compartilhar esse post numa grande corrente do bem!”, escreveu o responsável pela conta da loja nas redes sociais.

Agora, seu Youssef está gravando vídeos na página para interagir com os seguidores.

Todo elegante, ele prova que também é uma pessoa consciente.

O idoso pede aos clientes que não esqueçam de usar a máscara para fazer as compras na loja, que existe há 27 anos.

“Por favor, quem for visitar a loja, não se esqueça de ser cauteloso e tomar todos os cuidados necessários para evitarmos a propagação do vírus. Evite aglomerações, use máscara e não se esqueça do álcool gel!”, pediu o idoso.


Fonte: Só Notícia Boa