• Professor Elias Santos

Painéis movidos a energia solar transformam vapor em água potável, em comunidade indígena nos EUA



Um projeto social muito bacana, está ajudando cerca de 15 famílias do povoado indígena Navajo, nos Estados Unidos. Em sua fase inicial, a iniciativa tem fornecido água potável para a população, por meio de hidropainéis, que funcionam através de energia solar.

Um conjunto padrão de dois painéis produz de quatro a dez litros de água por dia e tem capacidade de armazenamento de 60 litros”, explica Cody Frisen, CEO da Zero Mass Water, empresa responsável pelo projeto.

Cody também diz que a qualidade da água “excede os padrões de todos os países onde os sistemas foram implantados.


Como funciona



O projeto é uma parceria entre a Zero Mass Water e a Navajo Power, Public Benefit Corporation.

Eles fornecem hidropanéis com ventiladores, que puxam o ar da atmosfera e o empurram através de um material higroscópico. Esse material é responsável por condensar o vapor d’água e transformá-lo em líquido, que fica preso no reservatório do equipamento.

A água coletada é mineralizada, o que garante o sabor e a composição ideais para consumo. Somente depois desse processo é que a água é enviada para as torneira e está pronta para ser consumida.

O equipamento também se conecta a uma rede que monitora o seu desempenho e qualidade da água, apontando a necessidade de manutenção do equipamento, quando necessário.


Tecnologia tem potencial para crescer


As duas organizações por trás do projeto, garantem que essa tecnologia tem potencial para crescer ainda mais.

Futuramente, por exemplo, é possível que os hidropanéis sejam implantados em pequenas casas residenciais e em telhados de escolas, montando um grande sistema que garanta água para toda uma comunidade.

Estamos entusiasmados em ajudar a esclarecer o potencial dos hidropanéis para ajudar a resolver o desafio do acesso à água potável que nossas comunidades enfrentam há décadas”, diz Clara Pratte, presidente da Navajo Power.

Clara diz que existem milhares de casas sem água e esta é uma abordagem mais econômica para levar água potável para essas famílias.


Fonte: Razões para Acreditar